Presidente do Senado Federal detona Jair Bolsonaro “grande responsabilidade”

Rodrigo Pacheco critica postura de Jair Bolsonaro
Presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (Foto: Edilson Rodrigues/Senado Federal)

Presidente do Senado Federal detona Jair Bolsonaro “grande responsabilidade”

Nesta quarta-feira (24), o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), concedeu uma entrevista ao portal UOL, e fez duras críticas ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), referente aos atos antidemocráticos de depredação e destruição da Praça dos Três Poderes (Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Supremo Tribunal Federal), no dia 08 de janeiro de 2023, após a não aceitação de bolsonaristas, do resultado das eleições, que tornaram Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o novo Presidente da República.

Rodrigo Pacheco critica omissão de Jair Bolsonaro

O presidente do Senado afirmou que, na avaliação dele, o ex-presidente Jair Bolsonaro tinha “grande responsabilidade” de conter os atos golpistas de 8 de janeiro. “Politicamente há essa compreensão, e de minha parte há essa compreensão, de que o presidente Bolsonaro [pode ser responsabilizado], pela liderança que representa, uma liderança de direita e com o extremismo de direita aderente a ele.”

“O presidente Jair Bolsonaro tinha uma grande responsabilidade de conter essa mobilização e de evitar que essas coisas acontecessem. Então não há dúvida que o ex-presidente, pela liderança que empreende, uma liderança muito forte que ainda é no Brasil, [tinha] a responsabilidade de poder conter, explicar, valorizar a democracia para seus adeptos e compreender que as discussões políticas devem se dar no mérito delas, mas dentro do debate normal e salutar da política, e não com uma medida de força.”

Presidente do Senado elogia atitude do Congresso Nacional

Pacheco também ressaltou que o Congresso teve um “papel muito importante” nestes episódios, ao ter revogado a Lei de Segurança Nacional, editada durante a ditadura militar, e acrescentado uma série de crimes contra a democracia no Código Penal. “São crimes, inclusive, pelos quais estes que cometeram estas atrocidades no 8 de janeiro, e antes e depois, responderão, com penas muito mais elevadas do que crimes de dano, de invasão, de crimes contra a honra. Essa foi uma medida muito acertada do Congresso Nacional, providencial mesmo, para evitar a impunidade de crimes contra o Estado de Direito e a Democracia”.

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!