Suspeito revela detalhes sobre caso Jeff Machado

braga-jeff
Suspeito conta detalhes sobre assassinato de Jeff Machado. (Reprodução/Record TV)

Jeander Vinicius Braga, preso por participação na morte de Jeff Machado, reafirmou sua inocência e deu detalhes sobre como encontrou o corpo do ator.

Braga, que aguarda julgamento por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver, diz que foi manipulado pelo verdadeiro autor do crime, Bruno de Souza Rodrigues. O suspeito revelou que encontrou, no Rio de Janeiro, o corpo de Jeff Machado com um cabo de telefone amarrado no pescoço.

Jeander Braga explica envolvimento de Bruno Rodrigues

Em entrevista ao Domingo Espetacular, Braga deu mais detalhes sobre a sua versão dos acontecimentos. ‘‘Eu não matei o Jeff. Fui preso acusado de ser suspeito de um assassinato o qual eu não cometi, e infelizmente eu estava no lugar errado, na hora errada, com a pessoa errada’’. Sobre a relação com Bruno, o suspeito revelou: ‘‘O Bruno me contratou como garoto de programa, e a gente acabou tendo depois uma relação de colegas. Eu confiava no Bruno, ele é uma pessoa que transmite confiança (…) Ele dizia que estava preparando a casa para um amigo, e uma das exigências era de que eu começasse pela cisterna. Fiquei muito convencido de que eu estava fazendo um trabalho normal de cavar a cisterna. Ele disse que nós faríamos uma confraternização’’.

‘‘[Quando cheguei na casa] Eles pareciam fazer assinaturas de contrato da Globo, até que ele disse para eu ir tomar banho. Quando saí, o cara já estava morto e amarrado. Ele disse: ‘Agora você está comigo. Nós vamos colocar ele naquele lugar que você cavou’. Foi quando eu comecei a entender que aquilo já era um plano, de matar e jogar o Jeff na cisterna“, afirmou Braga.

O Bruno é um psicopata, uma pessoa que prejudica e que tem o dom da manipulação. Não é uma pessoa normal. Soube que ele pode ter matado outras pessoas, que tem pelo menos uns três desaparecidos“, completou.

Quem era Jeff Machado?

Jefferson Machado Costa, de 44 anos, é natural de Araranguá, sul do estado de Santa Catarina. O rapaz que foi encontrado morto no Rio de Janeiro, teve passagens na atuação, no jornalismo, na produção, assim como em trabalhos voluntários. 

Após um período de 10 anos vivendo entre as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, ele retornou ao sul, para a capital catarinense. Lá, Jeff atuou pelas mais diversas áreas: produtor, assessor, cenógrafo, diretor de arte, cenógrafo, vitrinista e stylist em campanhas, eventos e demais questões do gênero

O Rio de Janeiro, local onde foi encontrado morto, voltou a ser morada do artista devido a produção ‘Reis’, que teve sua estreia em março do ano passado. Na trama, ele interpreta um soldado filisteu.

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!