Polícia Civil aponta vandalismo na linha de metrô em São Paulo

policia-civil-aponta-vandalismo-na-linha-de-metro-em-sao-paulo
Polícia Civil aponta vandalismo na linha de metrô em São Paulo. (Foto: reprodução/internet)

A Polícia Civil de São Paulo está investigando a suspeita de vandalismo na Estação Autódromo, em São Paulo, no último dia 3

Quando ocorreu uma pane que afetou a operação da Linha 9-Esmeralda da ViaMobilidade por mais de 27 horas.

A investigação sugere que houve corte intencional de cabos, o que agravou a situação. Essa ocorrência coincidiu com a greve dos funcionários do Metrô, CPTM e Sabesp.

Equipe de investigação analisa o caso, esclarecendo o ocorrido

Além disso, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a perícia detectou o furto dos cabos de conexão da “Máquina de Chave” na Estação Autódromo, bem como o corte deliberado da fiação.

A equipe de investigação está analisando as imagens. “A equipe de investigação analisa as imagens extraídas das composições da ViaMobilidade e as diligências prosseguem visando ao esclarecimento dos fatos e à identificação dos autores”, diz, em nota.

Contudo, a SSP também esclarece que o caso permanece sob investigação, e os policiais identificaram áreas ao longo da linha onde ocorreu o rompimento da grade de contenção.

Bem como locais onde objetos estranhos foram lançados nos trilhos, nas proximidades da Ponte Eusébio Matoso, nas estações Pinheiros e Cidade Universitária.

Tais atos ocorreram em horários próximos, de forma quase concomitante”, afirma a secretaria.

Polícia Civil aponta possível caso de atentado sobre Linha 9-Esmeralda

No entanto, na semana passada, policiais civis do 27º DP (Campo Belo) já haviam levantado a possibilidade de que a Linha 9-Esmeralda havia sido alvo de um “atentado“.

Em conclusão, o delegado titular Eduardo Luís Ferreira, encarregado da investigação, afirmou que as ações foram coordenadas e ocorreram em locais distantes uns dos outros. Ele concluiu que se tratou de um atentado realizado por alguém externo, não de sabotagem.

As ações foram orquestradas e aconteceram em pontos distantes uns dos outros”, disse o delegado titular Eduardo Luís Ferreira, responsável por investigar o caso. “Foi um atentado, feito por alguém de fora, e não sabotagem”, afirmou.

Segurança no transporte público

A princípio, as evidências de um atentado na linha de metrô da cidade de São Paulo, reveladas pela Polícia Civil, levanta preocupações significativas sobre a segurança e a vulnerabilidade do sistema de transporte público.

No entanto, autoridades estão conduzindo uma análise minuciosa das circunstâncias para identificar os perpetradores e determinar possíveis motivações por trás desse ataque.

A situação destaca a necessidade de medidas proativas para salvaguardar a infraestrutura crítica, garantindo a continuidade do transporte e a segurança dos passageiros.

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!