Jovem Pan demite apresentador após ataque verbal a desembargador em transmissão ao vivo

jovem-pan-demite-apresentador-apos-ataque-verbal-a-desembargador-em-transmissao-ao-vivo
Jovem Pan demite apresentador após ataque verbal a desembargador em transmissão ao vivo. (Foto: reprodução/internet)

A polêmica envolvendo o jurista Tiago Pavinatto culminou em sua demissão da rádio Jovem Pan nesta terça-feira, 22 de agosto.

O motivo? Ele e o comentarista Rodolfo Mariz se envolveram em um episódio controverso ao comentarem sobre a decisão de um desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

Contexto da polêmica

O programa “Linha de Frente” se tornou o palco de um incidente que gerou fortes reações. Durante a transmissão, Pavinatto criticou veementemente a decisão do desembargador Airton Vieira, que inocentou um acusado de estupro de uma menor de 13 anos. O apresentador não mediu palavras e afirmou:

“A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira, e eu não vou fazer, tá? Eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação pra uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda. Eu me nego a fazer”.

Confirmação da Jovem Pan

Após o incidente, a direção da Jovem Pan optou por intervir, resultando nas demissões de Pavinatto e Mariz. Em uma nota oficial ao Notícias da TV, a emissora declarou:

“O apresentador Tiago Pavinatto e o comentarista Rodolfo Mariz cometeram excessos em suas participações e recusaram a orientação de realizar, ao término do programa Linha de Frente, uma responsável retratação. Em virtude do ocorrido, a direção do canal decidiu pelo desligamento dos profissionais”.

Histórico controverso

Esta não é a primeira vez que o jurista encontra-se em águas turbulentas com a emissora. Ele já tinha sido alvo de críticas devido a seu comportamento e comentários no programa.

Em dezembro de 2022, Pavinatto teve um afastamento temporário do “Linha de Frente” após ridicularizar um discurso proferido por Alexandre de Moraes durante a diplomação de Luiz Inácio Lula da Silva como presidente eleito.

Além disso, em maio do ano corrente, ele lançou uma insinuação sobre o ministro da Justiça, Flávio Dino, sugerindo sua associação com o grupo criminoso Comando Vermelho.

Depois desse episódio, a direção da rádio pediu que ele moderasse suas palavras para evitar repercussões negativas para o canal.

Repercussões e medo de sanções

Os episódios polêmicos envolvendo Pavinatto não apenas causaram desconforto entre ouvintes e colegas de trabalho, mas também geraram preocupações financeiras para a Jovem Pan.

Havia um temor crescente de que tais atitudes pudessem resultar em retaliações de anunciantes, impactando as finanças da emissora.

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!