Geraldo Alckmin aproveita ida de Lula ao Japão e faz diversas mudanças

Com Lula no Japão, Geraldo Alckmin faz diversas mudanças no Brasil
Vice-presidente da República, Geraldo Alckmin (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Geraldo Alckmin aproveita ida de Lula ao Japão e faz diversas mudanças

Nesta segunda-feira, (22), Geraldo Alckmin (PSB), o presidente em exercício, assinou uma série de nomeações e exonerações no alto comando militar do Exército e da Aeronáutica. Essas alterações ocorrem um dia antes do retorno de Lula a Brasília. Uma das nomeações mais importantes já havia sido anunciada anteriormente: o general Ivan de Sousa Correia Filho, que desempenhará o cargo de secretário-executivo no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), atualmente liderado pelo general Amaro.

Alckmin também permitiu que um brigadeiro da Aeronáutica fosse colocado na reserva, além de designar generais do comando do Exército para assumirem cargos de adidos dentro da própria corporação. Lula, que participou do encontro do G7 em Hiroshima, no Japão, durante o fim de semana, decolou do Alasca na manhã desta segunda-feira, (22), onde o avião presidencial fez uma escala. Estima-se que ele chegará ao Brasil por volta da meia-noite.

Geraldo Alckmin tenta atrair prefeitos e vereadores para o PSB

Geraldo Alckmin, tem dividido a sua agenda entre encontros políticos e com industriais. Ele acumula o cargo de ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Por isso, tem mantido uma série de encontros com representantes da área. Em seus encontros políticos, o foco tem sido na atração de prefeitos e vereadores para o seu partido, o PSB.

Além disso, pessoas próximas a Alckmin dizem que ele tem buscado reduzir resistências de prefeitos à reforma tributária. É visto dentro do governo como importante interlocutor com esse grupo por causa de sua experiência como governador de São Paulo. Sobre a sua agência industrial:

De 1º de janeiro a 5 de maio, 131 encontros (de um total de 407) com industriais, aproximadamente 30%. Está mapeando gargalos e oportunidades para apresentar um conjunto de medidas para o setor. Alckmin tem usado o termo “neoindustrialização” para descrever o que considera sua missão: ampliar o setor industrial no país. Está focado na indústria de baixo carbono. Ajudou a aumentar o percentual mínimo de biodiesel na mistura do combustível e prepara projeto para regulamentar o comércio de créditos de carbono.

Agenda Política

Política também é 30% do total de encontros de Alckmin. Foram 114 reuniões com congressistas e representantes de Estados e municípios. Eis os 2 principais focos: 1) Espólio do PSDB – Alckmin quer fortalecer os palanques do PSB em 2024. Teve ao menos 33 encontros com prefeitos e vereadores. Em São Paulo, escalou Jonas Donizette (PSB-SP) para buscar prefeitos do PSDB, seu ex-partido. Filiaram Rubens Furlan, prefeito de Barueri, 6º maior PIB do Estado de SP. Há outros em negociação.

2) Governo e Centrão – o vice tem auxiliado na articulação política. Encontrou congressistas em ao menos 66 ocasiões, sendo 24 ligados ao governo e 23 ao Centrão. É influente no Republicanos, partido que se diz independente. O deputado federal Jonas Donizete é quem está auxiliando o vice-presidente: “Alckmin diz que em 1989 o PSDB tinha os melhores nomes, mas não tinha estrutura nos municípios. Por isso, não elegeu ninguém. Estamos montando nossa estrutura”.

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!