Saiba detalhes do parto de Suzane von Richthofen

saiba-detalhes-do-parto-de-suzane-von-richthofen
Conheça os detalhes do parto de Suzane von Richthofen.(Foto: Reprodução/internet)

Suzane von Richthofen, condenada pela morte dos pais, deu à luz a um menino sob forte esquema de segurança no Hospital Albert Sabin, em Atibaia. Durante o pré-natal, ela foi atendida na Santa Casa de Bragança Paulista, onde mora com o marido, Felipe Zecchini Nunes, médico e pai da criança. Posteriormente, Suzane foi transferida para o hospital onde o esposo é chefe do pronto-atendimento.

Para manter o parto em sigilo, a direção do Albert Sabin organizou um esquema rígido de segurança. Suzane chegou ao hospital na madrugada da sexta-feira, usando um moletom com capuz para cobrir a cabeça. Ela entrou pelos fundos, acessando um dos laboratórios e depois o quarto 117, onde foi recepcionada.

Médicos, enfermeiras e técnicos de enfermagem foram proibidos de discutir qualquer assunto com Suzane além do parto, sob o risco de demissão. Os funcionários do hospital também não tinham permissão para divulgar informações sobre ela, incluindo seu estado de saúde e internação.

Possíveis vazamentos

Os operadores de telefonia também receberam instruções para monitorar todas as ligações feitas durante o período em que Suzane esteve no hospital, a fim de identificar possíveis vazamentos de informações.

Uma funcionária, que preferiu não se identificar, relatou que todos ficaram apreensivos e com medo de serem punidos. O vazamento da informação sobre o parto gerou preocupações sobre possíveis investigações ou sindicâncias.

Suzane recebeu alta do hospital na noite de sábado (27/1), por volta das 21h30. Durante sua internação, ela não recebeu visitas, exceto a presença do marido. Assim como na chegada, Suzane deixou o local pelos fundos, acompanhada por dois seguranças e a enfermeira de plantão. Originalmente, a alta estava prevista para domingo ou segunda-feira, mas ela optou por continuar o pós-cesárea em casa, com acompanhamento de seu marido.

Permissão da Justiça

Para ser internada durante a madrugada em Atibaia, Suzane precisou solicitar autorização à Justiça, uma vez que ela está cumprindo pena em regime aberto, obrigatoriamente, na cidade de Bragança Paulista.

Ambos municípios são adjacentes e estão a meia hora de carro pela rodovia Fernão Dias (BR-391). Conforme as regulamentações estabelecidas na Lei de Execução Penal (LEP), Suzane não pode sair da jurisdição da cidade que declarou como seu domicílio no fórum de Bragança Paulista.

Conforme as regras do regime, Suzane só está autorizada a sair com o filho em horário entre 6h e 20h. Em caso de violação das regras estabelecidas, ela retornará à prisão. Sua pena só será cumprida integralmente em 2041, quando seu filho terá 17 anos.

Veja também:

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!