Após 4 anos, Prêmio da Música Brasileira retorna com edição dedicada a Alcione e mudanças

Prêmio da Música Brasileira
Prêmio da Música Brasileira retorna após quatro anos com edição dedicada a Alcione. (Foto: divulgação/Marcos Hermes).

Após 4 anos, Prêmio da Música Brasileira retorna com edição dedicada a Alcione e mudanças

Após quatro anos de hiato, o Prêmio da Música Brasileira está de volta. A premiação que celebra os destaques da música popular brasileira terá uma nova edição em 2023, marcada  para o dia 31 de maio, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Alcione será a grande homenageada da noite.

Segundo informou o jornalista Ricardo Ferreira, no jornal O Globo, Para o retorno da premiação que teve sua última edição ocorrida em 2018, José Maurício Machline, mente por trás do prêmio desde sua criação, em 1988, anunciou uma plataforma com objetivo de incentivar artistas de todo o Brasil.

Os quase dez mil artistas e profissionais da música inscritos na premiação estarão catalogados num site, mapeados de acordo com a região de onde vêm e o gênero que representam. E vão inspirar minidocumentários que poderão ser exibidos no streaming. “Vai ser um serviço feito pra quem faz música no Brasil.”, diz o organizador ao jornalista.

O diretor do Prêmio da Música Brasileira também conta com uma nova sócia. Heloísa Guarita, presta consultoria para grandes empresas do segmento e irá emprestar à premiação uma visão mercadológica, que está sendo muito bem recebida, ao que parece, por Machline.

A cerimônia

O Prêmio da Música Brasileira terá direção musical de Pretinho da Serrinha e cenografia de Gringo Cardia. Lázaro Ramos e Felipe Neto serão a dupla de apresentadores que irá comandar a cerimônia este ano. O influenciador digital também vai emprestar seu canal no YouTube, com mais de 45 milhões de inscritos, para a transmissão da cerimônia.

Em fevereiro, ainda antes de ser convidado para apresentar o prêmio, Felipe postou no Twitter: “Gente, do nada bateu uma vontade absurda de ir num show da Alcione”. Dia 31 de maio, ele mata a vontade de perto”, escreveu. “Ela é uma força divina, daquelas que surgem uma em cada geração”, disse ele em entrevista ao jornal.

Mudanças nas categorias

O Prêmio da Música Brasileira também trará mudanças em suas 15 categorias que serão disputadas. . Não há mais o prêmio de melhor DVD; clipes e documentários irão disputar juntos a categoria de melhor produção audiovisual; A antiga categoria, que contemplava pop, rock, reggae, hip hop e funk, passa a se chamar música urbana e melhor cantor e melhor cantora serão substituídas por melhor intérprete.

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!