Zé Neto ‘invade’ live de Gusttavo Lima: ‘Quem tem que dar satisfação sou eu’

Na noite desta segunda-feira (30), Gusttavo Lima fez uma live no Instagram para se defender das acusações de que vem recebendo sobre os altíssimos valores pagos pelas prefeituras de cidades pequenas para realizar seu shows. Durante a transmissão, o cantor Zé Neto apareceu de surpresa para se explicar por ter sido o estopim do assunto.

publicidade
Zé Neto 'invade' live de Gusttavo Lima: 'Quem tem que dar satisfação sou eu' (Foto: Reprodução)
Zé Neto ‘invade’ live de Gusttavo Lima: ‘Quem tem que dar satisfação sou eu’ (Foto: Reprodução)

“Cara, quem tem que dar satisfação sou eu. Irmão, estou atravessando uma fase ruim. Sou seu irmão, não precisa se explicar. Joga para mim, irmão. Não tem nada a ver com você”, declarou o sertanejo.

publicidade

Zé Neto chamou a atenção para o tema após um vídeo em que faz críticas a Anitta e a lei Lei Rouanet viralizar nas redes sociais. Um perfil no Twitter divulgou alguns valores de cachês pagos a shows de sertanejos, fazendo uma comparação entre o total de habitantes das cidades e o valor com os benefícios da Lei.

Em sua fala, Gusttavo Lima afirmou que “não compactua com dinheiro público” e afirmou que “está a ponto de jogar a toalha“.

publicidade

“Eu nunca me beneficiei de dinheiro público ou empréstimo. A minha vida foi sempre trabalhar, fiz quase 300 shows em 2019. Somos uma equipe gigantesca de colaboradores, que nos ajudam a subir sempre mais um degrau. Não compactuo com uso de dinheiro público, tenho meus impostos em dia”, afirma o cantor.

E prosseguiu com o desabafo, dizendo ser vítima de perseguição“Eu precisava, acima de tudo, desabafar com vocês e falar sobre todas essas perseguições que eu estou sofrendo na minha vida pessoal, no meu trabalho, em tudo. De coração, eu estou cansado a ponto de jogar a toalha”.

Em outro trecho do vídeo, Gusttavo afirma que tudo que tudo que conquistou foi às custas de seu trabalho. O cantor chega a chorar durante o desabafo.

publicidade

“Estamos vivendo uma geração cruel, que vale tudo por mídia, por clique, tudo para vender uma matéria. Meu nome não tem qualquer ligação com dinheiro público, meu dinheiro vem da minha garganta. Se um dia eu fiz um show de prefeitura, como todos os artistas fazem, não é porque é prefeitura X ou Y que eu vou deixar de cobrar o meu preço”, diz o sertanejo.

publicidade

Entenda o caso

Na última quarta-feira (25), o Ministério Público de Roraima (MPRR) abriu investigação para apurar a contratação de show do cantor Gusttavo Lima por R$ 800 mil na cidade de São Luiz. O município tem uma população estimada em cerca de 8 mil habitantes e tem o segundo PIB mais baixo do estado.

Já em Minas Gerais, a Prefeitura de Conceição do Mato Dentro, na Região Central do estado, contratou um show do sertanejo pelo valor de R$ 1,2 milhão. A data da apresentação seria no dia 20 de junho, mas o prefeito da cidade cancelou o contrato com o artista após repercussão na imprensa.

publicidade

Além da apresentação cancelada em Minas Gerais, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) investiga um show que está marcado para acontecer na cidade de Magé, município da Baixada Fluminense. O cachê para a apresentação de Gusttavo Lima é de R$ 1.004.000,00.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Rafael Lima

Jornalimo pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Possui passagem por assessoria de comunicação e produção de críticas musicais desde 2020 em redes sociais. Apaixonado pelo universo e cultura pop, pesquisa e produz conteúdo para o nicho desde 2019.

Veja mais ›
Fechar