Rodrigo Simas revela como se sente após assumir bissexualidade

Imagem de Rodrigo Simas
Rodrigo Simas (Imagem: Reprodução / Instagram)

Rodrigo Simas revela como se sente após assumir bissexualidade

Rodrigo Simas assumiu ser bissexual há poucos meses, e confessou ter se assustado com toda a repercussão sobre o assunto, dizendo que não esperava por todo o alvoroço. Ao revelar sua sexualidade, ele contou que passou a se sentir bem mais leve e livre de uma pressão que sentia, especialmente por ser uma figura pública. Também existia o medo de perder papeis na dramaturgia por ser considerado um galã. Com a terapia em dia, o ator disse que esse acompanhamento o ajudou no autoconhecimento.

Rodrigo Simas se choca com repercussão

Em entrevista  à Quem, Rodrigo Simas disse ter ficado contente com a recepção das pessoas e carinho que recebeu depois da notícia. “Foi um momento em que eu fiquei muito feliz, porque sou o que sou. Trabalho na terapia para isso. Esse processo de autoconhecimento vem de uma construção de anos. A resposta das pessoas nas redes sociais foi bem positiva. Às vezes, a especulação é muito mais alvoroçada do que quando chego e falo: é isso. As pessoas acalmam e te respeitam”, afirmou.

Todo o destaque em sua vida pessoal foi realmente um choque para o namorado de Agatha Moreira. “Não imaginava que fosse causar tanto impacto. Causou? (risos) Foi uma entrevista maravilhosa que dei ao Extra e não me planejei de contar nada sobre minha sexualidade”, confessou, mas acredita que estava pronto e aquele foi o momento certo.

“Mas acho que é um momento mais maduro da minha vida. Já fiz 31 anos e cada um tem seu momento. Falar sobre isso agora, quando me perguntaram, me deu alívio enorme, misturado com prazer e orgulho de quem eu sou”, acrescentou o artista, que está na série sobre a vida de Chitãozinho e Xororó, chamada As Aventuras de José e Durval.

Cobrança

Ao mesmo tempo, Rodrigo Simas não acha correto que exista uma obrigação em expor sua sexualidade e lamentou que ainda exista preconceito. “Nunca entrei nessa de ter que me posicionar. A gente ainda vive em um mundo de muitos rótulos e, infelizmente, de muito preconceito, homofobia, bifobia, a galera marginalizando as travestis. Entendo que todas essas questões a comunidade tenta se defender, mas nós temos que parar de colocar como tabu. A gente precisa se posicionar, mas cada um no seu tempo. A gente só é, simplesmente vivendo sua vida. É triste quem julga este lugar”, declarou.

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!