Pitchfork: site revisa notas de Lana Del Rey, Prince e outros nomes

Conhecido por fazer críticas sobre os álbuns recém-lançados, o Pitchfork tratou de mudar a avaliação que tinha feito sobre o “Born To Die”, lançado por Lana Del Rey, em 2012.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Ao justificar a mudança, a publicação escreveu: “Mas então, às vezes, nossos sentimentos mudam. Nossos preciosos pequenos sentimentos inconstantes! A verdade é que estamos sempre litigando como nos sentimos sobre uma peça musical, revisando opiniões com base no contexto, na cultura, em quem nos tornamos, quem já fomos

Pitchfork altera nota de Lana Del Rey
Lana Del Rey teve sua nota revisada no Pitchfork (Imagem: Divulgação)
publicidade

Não podemos mudar o que dissemos, mas quase sempre mudamos a forma como nos sentimos sobre isso, tanto de pequenas como de grandes dimensões“, disse ainda. Antes, a publicação tinha dado a nota de 5.5 para o disco da cantora e, agora, o valor aumentou para 7.8. Sobre o álbum de Lana, o Pitchfork comentou:

“É difícil descrever o quanto a discussão em torno de Lana Del Rey foi exacerbada em 2012, quando os críticos olharam sua persona femme fatale com cinismo e você não conseguia rolar um painel do Tumblr sem passar por uma coroa de flores. Mas, tarde da noite naquele verão, saí para uma longa viagem, coloquei para tocar o CD e percebi que a estrada aberta que era o ‘Born To Die’, toda superfície lisa e brilhante e o perigo mais arriscado ao redor, do tipo onde você está a vítima”.

publicidade

Há muito espaço para calcular mal; algumas faixas mais fracas aparecem no final, e o canto às vezes é menos do que polido – o melhor material de Lana dos primeiros tempos é o EP Paradise, mas Born to Die acabou sendo um sinal do que está por vir, como o gênero – baladas pop magnéticas com batidas de hip-hop e o langor arqueado e depressivo que está mais popular do que nunca“, completou.

A mesma nota tinha Prince, com “Musicologia“, de 2004. Agora, o cantor ganhou também o 7.8. “Não fiquei surpreso com o fato de que a revisão de Musicologia de 2004 da Pitchfork foi bem morna. É legal gostar de Prince agora, e sem dúvida esse não era o caso em 2004. O que é uma pena, porque esse álbum do final da carreira é uma grande obra-prima em uma escala menor. (…) Ele não está necessariamente mirando os mesmos alvos que atingiu nos anos 1980, mas este retrato em miniatura contém tudo o que ele lutou em toda a sua carreira“, comentou.

Lana e Prince não foram os únicos a terem suas notas alteradas. Charli XCX também ganhou uma nova avaliação com o EP “Vroom Vroom“, de 2016. O disco saiu de 4.5 para 7.8 e ganhou a justificativa:

publicidade

“O EP Vroom Vroom não ofereceu uma resposta clara, combinando letras frívolas que soavam mais ou menos como ‘Lamborghini, biquíni, abobrinha eenie-meanie’ com produção esmagadora – cortesia de SOPHIE – mais chocante do que anteriormente mostrado no trabalho de Charli. Hoje em dia, não parece tão extremo. E quando você não pensa muito sobre isso, é muito divertido“.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Guinho Santos
Formado em Jornalismo pela Faculdade de Tecnologia e Ciências Salvador, Guinho Santos escreve sobre o mundo dos famosos há mais de dez anos. Tem experiência em cobertura de realitys shows, bastidores da música, TV e novelas. Ao longo da carreira, trabalhou com rádio e foi apresentador na web, além de ter experiência também como Social Media e agora está junto do Mix Me!
Veja mais ›
Fechar