Morre o apresentador Jô Soares aos 84 anos em São Paulo

Morreu às 2h30 desta sexta-feira (5), aos 84 anos, o apresentador, humorista, ator e escritor Jô Soares. Um dos maiores entrevistadores do Brasil estava internado no Hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo, desde o dia 28 de julho, quando deu entrada para tratar de uma pneumonia.

publicidade
Jô Soares
Morre Jô Soares aos 84 anos em São Paulo. Foto: reprodução.

A causa da morte de Jô ainda não foi divulgada. O enterro e velório serão reservados à família e aos amigos. A data e local ainda não foram informados. O anúncio do falecimento foi feito pela ex-esposa de Jô Flávia Pedra, e confirmada pela assessoria de imprensa do Hospital Sírio-Libanês, em nota.

publicidade

Em suas redes sociais, Flávia publicou um texto anunciando a morte do artista e prestando uma homenagem ao homem com quem foi casada por mais de uma década:

“Faleceu há alguns minutos o ator, humorista, diretor e escritor Jô Soares. Nos deixou no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, cercado de amor e cuidados. O funeral será apenas para família e amigos próximos”, comunicou Flavia.

“Assim, aqueles que através dos seus mais de 60 anos de carreira tenham se divertido com seus personagens, repetido seus bordões, sorrido com a inteligência afiada desse vocacionado comediante, celebrem, façam um brinde à sua vida. A vida de um cara apaixonado pelo país aonde nasceu e escolheu viver, para tentar transformar, através do riso, num lugar melhor.”

“Viva você, meu Bitiko, Bolota, Miudeza, Bichinho, Porcaria, Gorducho. Você é orgulho pra todo mundo que compartilhou de alguma forma a vida com você.”

“Agradeço aos senhores Tempo e Espaço, por terem me dado a sorte de deixar nossas vidas se cruzarem.”

“Obrigada pelas risadas de dar asma, por nossas casas do meu jeito, pelas viagens aos lugares mais chiques e mais mequetrefes, pela quantidade de filmes, que você achava uma sorte eu não lembrar pra ver de novo, e pela quantidade indecente de sorvete que a gente tomou assistindo.”

“Obrigada para sempre, pelas alegrias e também pelos sofrimentos que nos causamos. Até esses nos fizeram mais e melhores. Amor eterno, sua, Bitika.”

Em uma entrevista, Jô Soares chegou a declarar que o fim do casamento com Flávia foi uma “separação que não deu certo”, pois os dois estavam sempre juntos.

publicidade

Jô Soares na música

Ao longo dos 28 anos em que esteve a frente de seus talk shows no SBT e na Globo, Jô Soares entrevistou grandes nomes da música brasileira como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque, Maria Bethânia, Gal Costa, Tim Maia, Cazuza, Rentato Russo, Zeca Pagodinho, Roberto Carlos e muitos outros.

Além de grande sucesso na literatura e no humor, Jô Soares também era um grande amante da música. Em 2000, ele lançou um álbum com o sexteto, banda que o acompanhava nos programas.

O disco foi gravado ao vivo na casa Tom Brasil em São Paulo. Naquela época, Jô contava com os músicos Tomati (guitarra), Bira (baixo, 1934-2019), Osmar Barutti (piano), Chiquinho Oliveira (Trompete), Derico Sciotti (Saxofone e Flauta) e Miltinho ( Bateria).

publicidade

Em ‘Jô Soares e o Sexteto’, o artista apresentou um repertório de Jazz que revelava seu gosto pessoal. O álbum tem 13 faixas com interpretações de grandes nomes do gênero como Dizzy Gillespie, Duke Ellington, Clifford Brown, Jimmy McHug, entre outros.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Rafael Lima

Jornalimo pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Possui passagem por assessoria de comunicação e produção de críticas musicais desde 2020 em redes sociais. Apaixonado pelo universo e cultura pop, pesquisa e produz conteúdo para o nicho desde 2019.

Veja mais ›
Fechar