Lutador não resiste a nocaute e morre em luta de boxe no Ceará

 

lutador-não-resiste-a-nocaute-e-morre-em-luta-de-boxe-no-ceará
Lutador não resiste a nocaute e morre em luta de boxe no Ceará. (Foto: reprodução/internet)

Em Jericoacoara, no estado do Ceará, um combate de boxe com participantes não profissionais tomou um rumo inesperado e triste.

João Victor Penha, um jovem de 23 anos, acabou perdendo a vida após um golpe decisivo durante uma competição no último sábado, 7 de outubro. A competição, intitulada UFC Jeri, era realizada em um espaço aberto ao público.

Ao longo do duelo, João Victor foi surpreendido por um golpe direto no rosto, vindo de seu oponente. O impacto foi tão forte que ele acabou desmaiando imediatamente.

Fontes locais, incluindo o portal de notícias G1, confirmaram que João Victor foi prontamente assistido pelos profissionais de saúde presentes no local da competição.

Hospitalização e resultado trágico

Depois do incidente no ringue, João Victor foi rapidamente levado ao Hospital Santa Casa, localizado em Sobral, onde foi admitido no dia subsequente ao evento. Lá, ele permaneceu sob observação médica, mas infelizmente, sua situação se agravou.

O hospital emitiu um comunicado, esclarecendo a situação do jovem pugilista: “Após a realização de exames, foi decretada morte encefálica do paciente, que evoluiu também para uma parada circulatória”.

A comunidade lamenta

A organização responsável pelo UFC Jeri expressou sua profunda tristeza e choque pela perda inesperada de João Victor.

Uma mensagem de condolências foi compartilhada em suas plataformas digitais, manifestando apoio e solidariedade à família e amigos do jovem lutador.

Salto resulta na morte de paraquedista de Goiânia

Na última quarta-feira (11/10), a comunidade de esportes radicais foi abalada por uma notícia devastadora.

Humberto Siqueira Nogueira, 49, um paraquedista experiente do estado de Goiás, encontrou seu fim trágico em Boituva, uma cidade conhecida no interior de São Paulo.

De acordo com relatos iniciais, “ele chegou a ser socorrido e levado para um hospital da cidade, mas não resistiu”. O diagnóstico foi de parada cardiorrespiratória. A causa precisa do acidente permanece sob investigação.

Humberto não era apenas um entusiasta, mas também um empresário que se dedicava a esportes de alta adrenalina. Ele frequentemente estava em grupos de paraquedismo, demonstrando sua paixão pelo esporte.

Investigação e funeral

As autoridades locais tomaram as medidas necessárias após o incidente. O corpo do falecido foi encaminhado ao Instituto Médico Legal em Itapetininga (SP), onde os procedimentos padrão foram realizados.

Em um aceno final de respeito e luto, Humberto será sepultado em sua cidade natal, Goiânia. Os detalhes emergentes mencionam que o funeral ocorrerá no cemitério Jardim das Palmeiras às 11h da sexta-feira (13), com um serviço prévio às 8h.

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!