Luísa Mell expõe Bruna Surfistinha por abandono de animais

luisa-mell-expoe-bruna-surfistinha-por-abandono-de-animais
Luísa Mell denuncia Raquel Pacheco por abandono de animais.(Foto: Reprodução/Internet)

A ativista Luísa Mell denunciou Raquel Pacheco, conhecida como Bruna Surfistinha, por abandono de animais. Mell compartilhou nas redes sociais o boletim de ocorrência referente ao caso.

No apartamento de Surfistinha, foram resgatados três gatos e um cachorro, após ela ter ficado ausente do imóvel por mais de uma semana. Luísa Mell divulgou um vídeo no Instagram, exibindo o apartamento sujo, com fezes e urina, e alegou que os animais estavam sem comida.

Raquel Pacheco enfrenta acusações de abuso animal no boletim de ocorrência, um crime que pode resultar em uma pena de dois a cinco anos de reclusão, além de multa e proibição de guarda.

Luísa Mell declarou

Conforme o relato no documento, Raquel Pacheco teria deixado o apartamento há aproximadamente 20 dias, com vizinhos reclamando do cheiro forte de urina e fezes. Em entrevista à Quem, Luísa Mell declarou: “A história que eu tenho é que ela teve a luz cortada por falta de pagamento, inadimplência. Ela teria saído do apartamento e deixado os animais lá”. Ela acrescentou: “Ela estava indo alimentar e colocar água, mas parece que ela não ia ao local já há mais de uma semana. Então, a administradora do condomínio chamou a polícia e uma veterinária para ajudar. Eles entraram e viram essa situação”.

Raquel Pacheco, por sua vez, negou as alegações de abandono. “Isso é uma falsa denúncia. Eu não abandonei os animais, tenho como provar que estive levando alimentos, acabei de solicitar as câmeras de vídeo do condomínio para provar”, disse ela a Luísa Mell.

Luísa Mell processa Felipeh Campos e sofre derrota na Justiça

Luísa Mell enfrentou uma derrota na Justiça após processar o jornalista Felipeh Campos. Ela buscava indenização por danos morais devido às críticas de Campos sobre sua conduta no caso da capivara Filó e Agenor Tupinambá, veiculadas em seu programa LinkPodcast no YouTube.

Descontente, Mell pediu uma antecipação de tutela “inaudita altera pars” para impor segredo de Justiça e a remoção imediata dos vídeos, sob pena de multa diária. Contudo, a juíza Fernanda Bolfarine Deporte da 1ª vara do Juizado Especial Cível de São Paulo negou o pedido.

Em conversa exclusiva com a coluna, Felipeh Campos informou que, embora não tenha sido citado pessoalmente, acionou seus advogados Diego Figueiredo e Gil Ortuzal. Gil Ortuzal, ao ser contatado, declarou que tomou conhecimento do processo na quinta-feira (30/11). “A magistrada foi assertiva ao consignar que a concessão de antecipação de tutela é medida excepcional e que, no caso, entende imprescindível a instauração do contraditório, oportunidade em que Felipeh poderá expor a sua versão dos fatos”.

Felipeh Campos planeja contestar todas as acusações feitas por Mell. Enquanto isso, Mell recorreu da decisão com “embargos de declaração”, que foram rejeitados pela juíza.

Veja também: 

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!