IZA leva tema da representatividade preta para revista internacional

A cantora Iza surpreendeu os fãs ao revelar que é a capa da revista Allure de novembro. Nesta terça-feira (23), a famosa compartilhou algumas fotos que foram parar nas páginas de uma das revistas de moda mais respeitadas dos Estados Unidos.

publicidade
IZA para a revista Allure (Reprodução)
IZA para a revista Allure (Reprodução)

Segundo Iza, fazer parte da publicação foi um momento especial em sua carreira. “Realizando mais um sonho! Que inacreditável estampar a capa dessa revista que eu amo!”, escreveu, que foi destaque da edição melanina da revista.

publicidade

Durante entrevista para a publicação, a cantora, que é uma das mais populares da música brasileira atual, falou sobre representatividade e os desafios de ser uma artista negra no Brasil.

“Quando estava crescendo, eu não via ninguém como eu na TV. Eu não me via em lugar nenhum. Eu era invisível”, explica IZA. “Quando eu era mais jovem, tipo 12 anos de idade, eu pedi a minha mãe para alisar meu cabelo. Eu fala, ‘Por favor!’. Eu não aguentava mais na escola. Eu apenas queria me encaixar”, completou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por IZA (@iza)

publicidade


Iza continuou falando sobre sua aceitação como mulher preta e o quanto foi difícil exercitar sua autoestima em meio a uma sociedade racista e sem referências. “Eu não tinha as ferramentas para cuidar de meu cabelo natural. O fato é que é muito difícil criar amor-próprio quando o mercado, quando o mundo, não te dá as escovas certas”, afirmou a cantora.

“O que eu acho que é necessário é espalhar que as mulheres pretas, e as mulheres em geral, são livres para usar e serem o que quiserem. Se eu quiser usar meu cabelo natural, eu vou usá-lo natural. Se eu quiser raspar minha cabeça, vou raspar minha cabeça. E se eu quiser usá-lo liso e loiro, eu vou usá-lo liso e loiro.”

publicidade

Iza virou Barbie

Na última semana Iza foi alvo de uma homenagem da empresa Mattel, responsável pela fabricação da boneca Barbie. Em celebração ao Dia da Consciência Negra, a cantora recebeu de presente uma boneca inspirada em seu visual.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Eu sempre quis ter uma Barbie parecida comigo e não acredito que esse sonho está acontecendo. Fiquei muito feliz com essa homenagem, pois significa muito para mim. Eu precisava ter ouvido isso quando era mais nova: que eu tinha que ser exatamente do jeito que eu sou. Como uma menina negra, vivi muitas coisas, tive muito medo e achava que ser eu não era suficiente”, relembra a cantora.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.

Veja mais ›
Fechar