Internet descobre nudes antigos de Ney Matogrosso e fotos repercutem

Símbolo de transgressão entre os artistas brasileiros, Ney Matogrosso tem gerado polêmica desde que compartilhou um nude por acidente em seu perfil do Instagram. Desta vez o artista tem viralizado por conta de suas fotos antigas.

publicidade
Ney Matogrosso (Reprodução)
Ney Matogrosso (Reprodução)

Destaque nas redes sociais desde o último final de semana, agora Ney tem sido alvo de comentários por suas fotos sensuais realizadas para seus primeiros trabalhos solo na música, lá no começo da década de 1980.

publicidade

No Twitter, um admirador do artista fez questão de lembrar que Ney sempre foi um artista que quebrou tabus entre os famosos. O artista chegou a aparecer completamente nu no extinto jornal Lampião da Esquina, que circulou durante os anos de 1978 e 1981.

“Conhecer a história LGBT é saber que a piroca do Ney Matogrosso já era pública muito antes do Instagram: O Lampião da Esquina, foi o primeiro jornal no Brasil a publicar um nu frontal. Sim, antes da Playboy”, disse um internauta.

publicidade

Já outra pessoa relembrou que o cantor, que recentemente lançou um feat com Gaby Amarantos, também apareceu completamente sem roupas no icônico livro Homens Nus, da fotógrafa Vânia Toledo.

“Ney Matogrosso postou um nude. Achei linda a foto e ao mesmo tempo as reações da galera. Ney transcendeu, sempre esteve à frente do tempo durante a Ditadura dos milicos. Ousado, libertino e mágico”, defendeu outro fã, minimizando toda a polêmica.

Sem sexo

Recentemente Ney Matogrosso deu uma entrevista para o jornal O Globo, para detalhar como estava sendo sua rotina durante a pandemia do coronavírus. O artista confessou que uma das maiores dificuldades seria estar vivendo sem sexo.

publicidade

“Não sei o que é encostar num corpo humano faz tempo. Tem horas que fico enlouquecido com isso. Fico ‘sai da minha cabeça, sai da minha cabeça’ (risos). Sinto falta de um corpo encostando no meu. Não tem como, né? Não sou louco. Conheço muita gente que não respeita (a quarentena). Eu não tenho coragem”, afirmou Ney.

Sem papas na língua e muito bem resolvido com sua sexualidade, Ney ainda completou dizendo que a situação estava lhe fazendo ficar “subindo pelas paredes”.

“Na verdade, acho que esse é o normal. É que as pessoas botaram na cabeça que, com essa idade, não pode. Pode, sim! Tem muita gente com 70 anos com a vida sexual ativa. Eu tive a minha ativa até a entrada dessa pandemia. Agora, fico aqui, subindo pelas paredes”, destacou o cantor.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade

 

Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.

Veja mais ›
Fechar