Ex-vocalista da Banda Uó, Mel prepara uma série de regravações da MPB

Aos poucos a cantora Mel Gonçalves, ou simplesmente Mel, vem dando pequenos passos em sua carreira solo. Nesta quarta-feira (8), a artista lançou o seu mais novo single, Mutante.

publicidade
Mel na capa de Mutante (Divulgação)
Mel na capa de Mutante (Divulgação)

A faixa é uma versão bossa nova pop da música escrita por Rita Lee e Roberto de Carvalho e lançada originalmente em 1981, no álbum Saúde. Desta vez a canção ganha ares modernos com a produção musical do duo Deep Leaks em meio da voz angelical de Mel.

publicidade

Mutante dá início ao novo projeto de Mel, que promete trazer uma série de regravações para músicas icônicas da música popular brasileira. Em outubro a artista vai divulgar a regravação de Emoriô (1975), música de João Donato e Gilberto Gil.

A divulgação do single chega quase um ano após o lançamento de A Partir de Hoje, música que marcou o início da carreira solo de Mel, que ficou conhecida por integrar a antiga Banda Uó, composta por Mateus Carrilho e Davi Sabbag.

Leia também: Conheça Larissa Luz, artista baiana convidada de Ivete no Música Boa Ao Vivo

publicidade
Em postagem compartilhada em seu perfil do Instagram, Mel contou que o lançamento de Mutante tem um significado especial em sua vida. A artista confessou que a música a fez relembrar o processo de sua transição de gênero.

“Quando decidi fazer essa releitura pensei muito no início da minha transição, que nunca mais parou. “Mutante” é uma música atemporal composta por Rita Lee (@ritalee_oficial) e Roberto Carvalho. É uma honra poder fazer essa versão. Espero que amem!”, declarou.

Retorno de Mel para música

No último ano Mel deixou os fãs animados com seu retorno para o mundo da música. A artista contou que passou por um momento muito difícil emocionalmente e seu amigo Gabriel Kaleo, compositor de A Partir de Hoje, conseguiu retratar muito bem o que ela estava sentindo.

“Estava vivendo uma tribulação emocional e ao mesmo tempo precisava focar e começar a desenhar o que seria essa carreira solo. Daí num lampejo divino conheci o Gabriel Valentina e ficamos muito próximos! Nesse período fiz várias confissões emocionadas pra ele e em cima desse caos nasceu essa música. Obviamente era pra ser a primeira. Quando ele cantou pra mim eu me emocionei e me vi lá. Foi identificação imediata e ali comecei a imaginar como daria vida pra ela a partir de mim.”

publicidade

 

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.

Veja mais ›
Fechar