Ex de Amado Batista explica sua expulsão de casa e o acusa de violência

ex-de-amado-batista-explica-sua-expulsao-de-casa-e-o-acusa-de-violencia
Ex-companheira de Amado Batista relata sua expulsão de casa.(Foto: Reprodução/internet)

Layza Felizardo, 48 anos mais jovem que Amado Batista, concedeu uma entrevista reveladora ao Domingo Espetacular sobre sua separação com o artista. Ela descreveu o fim do relacionamento como uma expulsão, destacando que não houve uma conversa prévia com o cantor.

Visivelmente emocionada e usando uma roupa emprestada, Layza discutiu a questão da traição por parte de Amado: “Cheguei a olhar o celular dele e ver que estava conversando com várias meninas. Eu quero respeito. Pra ir até minha mãe foi homem pra falar e ele me chamava de louca. Essa é uma parte que me dói muito porque durante nosso tempo de casado nunca houve nada disso da minha parte…é difícil“. Amado negou as traições em um áudio, mas em outro momento admitiu as “dificuldades” da vida de casado.

Layza recebeu mensagem dos enteados

Durante os cinco anos de relacionamento, Layza recebeu uma mensagem dos enteados dizendo que ela deveria sair da casa. “‘Você tem que sair, a situação está chata, Amado é um idoso’. Colocaram tudo no carro de qualquer jeito, foi um horror“, recordou. Ela mencionou que se dava bem com os quatro filhos do cantor, surpreendendo-se com a situação.

Atualmente, Layza vive em condições humildes: “Eu tô com uma vergonha tão grande… eu me vejo num momento muito difícil, estou dormindo num colchão na cozinha da casa da minha mãe“, desabafou.

A jovem enfatizou que não houve uma separação formal. Eles se conheceram em um show em 2018. “Me tratava como uma princesa, me senti encantada“, comentou Layza.

Amado Batista, com um patrimônio estimado em R$ 13 milhões, não permitia que Layza trabalhasse ou estudasse. Ela dependia financeiramente dele: “Ele me dava uma mesada pra ir no cinema, fazer unha, R$ 10 mil“, contou. Eles não se casaram oficialmente, nem registraram união estável. Após a separação, Amado propôs um acordo de R$ 60 mil em seis parcelas. “O que eu mais pedi foi pra que ele me desse o dinheiro todo, eu queria abrir alguma coisa, queria trabalhar“, disse Layza. Ela reforçou que nunca foi interesseira e queria um casamento na igreja.

O advogado de Layza afirmou que ela também sofreu violência doméstica. “Eu peço respeito, espero que a gente passa ter uma conversa presencial“, pediu a jovem. A assessoria do cantor não se pronunciou sobre a entreista.

Ex de Amado Batista expõe morte de cavalo

Em uma conversa exclusiva com a coluna Fábia Oliveira, Layza Felizardo, ex-companheira de Amado Batista, fez um desabafo emocionante sobre o cavalo de raça quarto de milha que ganhou do cantor e que teve que ser sacrificado.

Layza relatou que Amado a informou sobre a doença grave do animal, que levou à decisão de sacrificá-lo. Contudo, ela não recebeu detalhes específicos sobre o que aconteceu com o cavalo. “Fiquei muito preocupada porque o cavalo, até onde eu sabia, estava em um ótimo estado, saudável. Eu sempre o visitava, levava as coisas para ele. Achei estranho, do nada, ele estar doente. Mas se ele [cavalo] ia passar doença para os outros cavalos, como ele [Amado Batista] disse, eu não poderia deixar prejudicar os demais”, disse ela.

No entanto, Layza expressou dúvidas sobre a veracidade das informações dadas por Amado. “Eu não sei o que ele fez com o cavalo, ele não me mandou foto e nem me deu provas. Eu quero saber! Eu amo os animais, principalmente, os cavalos e quero esclarecimentos disso também”, declarou, mostrando sua paixão por cavalos e o desejo de obter mais esclarecimentos.

Ela também comentou sobre a tranquilidade que encontrava ao estar com os cavalos. “Nessa altura do campeonato não acredito em mais nada, eu tô muito preocupada com isso também… Sempre amei ir para a fazenda e estar envolvida com os cavalos era meu ponto de paz”, completou.

Quando questionada sobre uma possível venda do cavalo por Amado, Layza rejeitou essa ideia: “Acredito que estava doente mesmo. Era um quarto de milha. Acho que não vendeu”, afirmou.

O relacionamento de Amado Batista e Layza Felizardo começou no fim de 2018, após se conhecerem em um show do cantor em Careiro Castanho, no Amazonas. Layza, que estava na plateia, chamou a atenção do artista, conhecido por suas músicas bregas.

Veja também:

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!