Ex-BBB é expulsa de bar após acusação de homofobia; confira

Mayla e Emily Araújo foram expulsas do Riviera Bar, localizado na Avenida Paulista
Mayla e Emily Araújo foram expulsas do Riviera Bar, localizado na Avenida Paulista (Foto: Reprodução/Instagram)

Mayla Araújo, participante do BBB 17, precisou ser expulsa do Riviera Bar, localizado no centro de São Paulo. A gêmea de Emily Araújo, ganhadora da mesma edição, estava visivelmente alterada, exigindo para que devolvessem a taça dela;

“Meu amor, eu dei a taça para ela e ela falou que deu pra ti, gato. Cadê minha taça? Gato, cadê a porr* da minha taça?”, gritou a influenciadora.

Em vídeo, Mayla fica praticamente o tempo todo inclinada sobre o balcão. Sua irmã tentou intervir a situação, porém um pequeno conflito entre as duas começou. Em outro momento, é possível ver um dos funcionários respondendo aos gritos de Mayla.

Emilly Araújo tentou conter sua irmã, que estava visivelmente alterada
Emilly Araújo tentou conter sua irmã, que estava visivelmente alterada (Foto: Reprodução/X)

Por fim, a influenciadora é acompanhada até a saída pelos seguranças do local enquanto os demais a vaiam. “Olha a homofóbica indo embora. Olha a ex-BBB homofóbica indo embora, galera. Ridícula”, gritou alguns dos frequentadores do bar.

Resposta de Mayla Araújo

Com a repercussão, a equipe de Mayla Araújo explicou que a influenciadora foi verbalmente agredida por um dos funcionários do bar. O advogado da influenciadora ainda reforçou que o momento foi tirado do contexto para prejudicar a imagem de sua cliente.

Distorções, factoides e ilações não podem e não devem ser utilizados com o fim único de prejudicar a imagem de terceiro. Ao contrário, sempre pautou sua vida pública e particular de forma ética e proba, apoiando as mais diversas causas e minorias“, afirmou Raphael Blaselbauer, advogado de Mayla.

Versão do funcionário

A versão do advogado de Mayla Araújo não é confirmada por Ruggero Tironi Filho, a pessoa que supostamente foi vítima de homofobia. Em conversa com a jornalista Fábia Oliveira, o bartender foi xingado pela ex-BBB após se recusar a atendê-la.

“Simplesmente eu falei que não ia atendê-la, porque ela estava muito alterada. Ela estava me pedindo uma taça e ficou insistindo comigo. Nisso, eu pedi que ela chamasse o garçom. Na casa, nós bartenders fazemos o drink e o garçom entrega. Nós não tiramos pedido e, naquele momento, só tinha uma garçonete disponível. Ela não quis espera e foi quando ela começou a dar show e me xingou de ‘viadinho de merda'”, relembrou.

Em seguida, o funcionário explicou que pediu que a gerência a expulsasse do local após se sentir desrespeitado. “Eu fui agredido [verbalmente], não a desrespeitei em nenhum momento. Tanto que eu tenho o testemunho de clientes que entraram em contato comigo, pra me defender, falar a meu favor, pois viram que ela estava sendo muito grossa comigo”, complementou.

Além disso, Tironi ressaltou que Emilly pediu desculpas pela irmã, que afirmou ter sido apenas uma “brincadeira”. Ainda, antes de saírem definitivamente do local, Gilberto Rocha o agrediu para defender sua namorada. O bartender fez um Boletim de Ocorrência por lesão corporal e acionou Mayla Araújo por homofobia.

Fique por dentro de tudo o que acontece no mundo dos famosos:

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!