Tragédia no Litoral Norte de São Paulo: Atualizações

Tragédia no Litoral Norte de SP (Imagem: Reprodução)

Após uma semana da tragédia que assolou o Litoral Norte de São Paulo, as equipes de buscas continuam à procura de possíveis sobreviventes e de corpos ainda não encontrados. Nessa sexta-feira (24), a Defesa Civil atualizou os dados para 54 mortos, sendo 53 de São Sebastião e 1 de Ubatuba.

Segundo o governo estadual, 38 corpos já foram identificados e liberados para o sepultamento, as vítimas estão divididas entre 13 homens adultos, 12 mulheres adultas e 13 crianças. Os demais corpos ainda precisam aguardar a perícia para serem identificados.

Na última divulgação do governo estadual ainda há cerca de 30 pessoas desaparecidas, sendo que, segundo a Defesa Civil, existem mais de 4 mil pessoas desalojadas ou desabrigadas. Os bombeiros, agentes da Defesa Civil e alguns voluntários continuam em busca ininterrupta ao longo da madrugada.

As procuras são reduzidas ao longo da noite e pela manhã a equipe é reforçada. As buscas estão acontecendo principalmente nos bairros da costa sul da cidade de São Sebastião, como a Vila Sahy, área que concentra a maior parte de vítimas da tragédia, além de Juquehy.

Alertas por SMS

Tarcísio de Freitas, do Republicanos, atual Governador do Estado de São Paulo, informou que vai instalar sirenes nas áreas de risco, pois os avisos do desastre por SMS não estão sendo efetivos, essa comprovação foi feita pelo teste realizado com moradores de São Sebastião antes dos deslizamentos.

Segundo informações do Portal G1, o governo de São Paulo e a Prefeitura já tinham conhecimento da tragédia dois dias antes dela acontecer, entretanto, avisaram as pessoas somente através de SMS. Foram enviadas cerca de 34 mil mensagens para as pessoas cadastradas no Portal do Governo.

Ocorre que as mensagens não foram suficientes para alertar as pessoas, afinal nem todos moradores da região estão cadastrados no portal, além de que nenhuma das mensagens mostrava diretamente a dimensão do desastre e não citava os deslizamentos.

Para piorar a situação, na noite de sábado (18), algumas das áreas atingidas não tinham sinal de telefonia ou de internet, então, embora tenham sido disparados diversos SMS, eles não chegaram até os moradores. Uma medida totalmente ineficaz.

Autoridades buscam responsáveis

O MPSPMinistério Público do Estado de São Paulo, informou por meio de nota, que irá apurar eventual responsabilidade dos gestores locais na possível potencialização dos danos causados pelas chuvas intensas que atingiram o literal norte de São Paulo na última semana.

Entre os pontos que serão apurados está a falta de iniciativas na remoção de moradores de áreas de risco. Veja a nota emitida pelo órgão ministerial:

“Esta Procuradoria-Geral de Justiça fará publicar aviso orientando os membros da instituição a reverterem os recursos obtidos por intermédio dos Acordos de Não Persecução Penal para os fundos de solidariedade destinados a este tipo de despesa. Vale ainda ressaltar que será apurada eventual responsabilidade dos gestores locais na potencialização dos efeitos das precipitações pluviométricas, mediante a falta de iniciativas na remoção de moradores de áreas de risco”.

Segundo o Parquet, os Promotores de Justiça das Comarcas afetadas pela tragédia estão atuando em conjunto com as autoridades, com o objetivo de agilizar as medidas que efetivem o auxílio aos desabrigados e desalojados nesse momento.

O Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC) disponibilizou o Disque 100, uma segunda opção, para receber comunicações de pessoas atingidas pelas fortes chuvas no litoral sul do estado de São Paulo, nos municípios de São Sebastião, Ubatuba, Guarujá, Bertioga e Ilhabela.

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!