Ney Matogrosso expõe vício antigo e surpreende com revelação

Nesta segunda-feira (1º), Ney Matogrosso completa os seus 81 anos de vida e, abriu o jogo sobre alguns períodos conturbados em seus momentos pessoais. Em conversa com Gshow, ele disse já ter sido viciado em sexo, e falou que só conseguia dormir após transar.

publicidade

Somente em sexo fui viciado, mas não sou mais. Tinha que transar todos os dias, do contrário não dormia, ficava ansioso. Isso foi dos 30 aos 40 anos. Naquela época não havia AIDS no mundo, as pessoas eram mais disponíveis”, afirmou.

Ainda na conversa, Ney Matogrosso admitiu ter jogado fora cigarros, e disse ser favorável à legalização da maconha e do aborto. Para ele, tudo deve ser feito com cautela.

publicidade

“Joguei fora [os cigarros] e nunca mais fumei”, comentou o cantor, que prosseguiu.

“Acho que tudo tem que ser liberado e as pessoas devem ser responsáveis pelas vidas delas, mas para que isso aconteça elas precisam receber educação, saber ler, escrever, entender o mundo em que vivem. Acredito que no momento em que chegar nesse patamar de civilização tem que ser tudo liberado”, admitiu.

Ney Matogrosso revelou já ter sido viciado em sexo (Foto: Reprodução)

Orientação sexual

Na mesma entrevista, Ney Matogrosso falou que, se descobriu gay com 20 anos. Na época, ele ainda queria uma primeira vez com algum rapaz que fosse especial.

publicidade

Muitas pessoas viviam submetidas aos desejos da família. Prestava atenção nos amiguinhos desde criança, mas não concretizava nada. Realizei isso quando fui morar em Brasília, já tinha 20 anos. Não queria que fosse com qualquer um, só para fazer. Queria que fosse especial, alguém que chegou e me tocou. Eu não esperei, aí apareceu”, relatou.

Segundo o cantor, ele se envolveu com pessoas que não usufruíam da liberdade e, por esse motivo, ele acabava não contando sobre a orientação sexual.

Teve gente que eu não contei, porque a família da pessoa sabia na época e ficava escandalizada com aquela situação. Por que vou falar hoje de pessoas que já morreram?“, relatou.

publicidade

Casamento

Em um outro trecho da conversa, Ney Matogrosso apontou que quando descobriu que o médico Marco de Maria, seu esposo, estava com HIV, fez o teste e chegou a achar que também estava infectado.

Era um relacionamento aberto, mas éramos os preferidos um do outro. Transávamos muito. Ele fez o teste de HIV e testou positivo. Fui fazer o teste achando que também seria soropositivo e deu negativo. Não era para ser. Em momento algum o culpei por nada e cuidei dele até o fim. Como eu não iria cuidar?”, comentou.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Rafael Carvalho

Redator e repórter de entretenimento

Veja mais ›
Fechar