Motivo do cancelamento da performance de Chris Brown no AMA vem à tona

A polêmica que cercou a noite de gala do American Music Awards 2022 (AMA) no último domingo (20), foi o cancelamento da performance que Chris Brown faria no palco da premiação, em homenagem a Michael Jackson. Um artigo da revista, Puck , publicado esta semana, revelou o motivo que levou ao não acontecimento da apresentação.

AMA Chris Brow
Motivo do cancelamento da performance de Chris Brown no AMA vem à tona. (Foto: Reprodução/Instagram).

Segundo o texto, os executivos da ABC, emissora que transmite ao vivo o AMA, interromperam os ensaios da apresentação assim que souberam que eles estavam acontecendo, por não gostarem “da perspectiva de um agressor doméstico condenado festejar um suposto molestador de crianças em uma rede da Disney“. A rede de TV faz parte do conglomerado de entretenimento.

Chris Brown chegou a publicar em suas redes sociais, vídeos ensaiando para a apresentação, que faria ao lado de Ciara. Com o cancelamento da performance, o cantor não compareceu ao AMA.

Mesmo não estando presente, o artista foi alvo de mais uma polêmica durante a noite. Ele venceu a categoria “Artista masculino de R&B” e ao ter seu nome anunciado por Kelly Rowland, foi vaiado pela plateia. Ao ouvir a reação do público a própria Kelly tentou amenizar a situação:

“Quero agradecer muito a Chris Brown por fazer ótima música R&B. Quero agradecê-lo por ser um performer incrível“, disse.

Chris, que foi um dos principais nomes do pop nos anos 2000, teve sua carreira marcada pelo escândalo de violência doméstica em que esteve envolvido, quando veio à tona, em 2009, o caso de agressão em Rihanna, na época, sua namorada. O cantor foi condenado a 180 dias de serviço comunitário e a cinco anos de liberdade condicional.

Em 2014, Brown foi preso novamente por violar a condicional. Além disso, dois anos depois, ele foi detido novamente por usar arma de fogo para ameaçar uma mulher, sendo liberado após pagar uma fiança de US$ 250 mil.

Em 2018, o artista esteve envolvido em mais um caso com a justiça dos Estados Unidos. Ele foi processado por incentivar e ajudar no estupro de uma mulher durante uma festa no ano anterior.

Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade em primeira mão!

Temos uma super novidade! Agora também lançamos um canal incrível no YouTube, recheado de entrevistas e bate-papos exclusivos para os nossos seguidores.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quer ficar por dentro de tudo em primeira mão? Junte-se ao nosso canal do MixMe no WhatsApp e mergulhe no mundo do entretenimento 24 horas por dia! Participe e compartilhe as nossas notícias!

Em 2019, mais uma acusação de estupro o levou a prisão, desta vez, a vítima foi uma jovem em Paris, na França. O guarda-costas e um amigo do artista também foram detidos. Em 2021, uma mulher acusou Chris de agredi-la durante uma festa em sua casa, em Los Angeles.