Jornal americano lista os melhores discos de Beyoncé; descubra quais são

Falta pouco para o novo álbum de Beyoncé, intitulado de “Renaissance“, chegar ao mundo. Mas enquanto isso, o jornal The New York Times, elencou os melhores discos da artista americana.

publicidade

O jornal americano, com seus críticos e repórteres, separou uma lista dos melhores álbuns da cantora.

Jornal americano lista os melhores discos de Beyoncé (Foto: Reprodução/Instagram)
Jornal americano lista os melhores discos de Beyoncé (Foto: Reprodução/Instagram)
publicidade

Confira:

B’Day (2006)

De acordo com o corpo de jurados do jornal, o primeiro lugar vai para o álbum B’Day (2006), o segundo álbum lançado de Beyoncé, que ganhou vida no aniversário de 25 anos da artista. B’Day carrega 11 faixas inéditas, incluindo o sucesso de Deja Vu, com Jay-Z.

publicidade

‘I Am … Sasha Fierce’

Ocupando o segundo lugar do pódio, se encontra o álbum ‘I Am … Sasha Fierce’, lançado em 2008. Nele, se encontra um dos maiores sucessos da americana, com a música “Hello”.

“4”

publicidade

Fechando o terceiro lugar do pódio da lista do The New York Times, a escolha foi para o álbum lançado em 2001, intitulado de “4”, com oito faixas inéditas da rainha.

O álbum ‘Beyoncé’ (2013) levou o quarto lugar na lista. Já ‘Lemonade’ (2016) e ‘Homecoming: The Live Album’ (2019) ocupam o quinto e sexto lugar, respectivamente. Fechando a lista, o primeiro álbum da artista, Destiny’s Child, ‘The Writing’s on the Wall’ (1999), ficou em última posição.

Renaissance

O tão esperado oitavo álbum da diva chega logo mais, na próxima sexta-feira (29), em todas as plataformas digitais.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

“Criar este álbum me permitiu um lugar para sonhar e encontrar uma fuga durante um período assustador para o mundo. Permitiu que eu me sentisse livre e aventureira em uma época em que quase nada se movia. Minha intenção era criar um lugar seguro, um lugar sem julgamento. Um lugar para ser livre de perfeccionismo e pensamento excessivo. Um lugar para gritar, soltar, sentir liberdade. Foi uma bela jornada de exploração. Espero que você encontre alegria nesta música. Espero que inspire você a liberar o movimento. Ah! E para se sentir tão único, forte e sexy quanto você é”, disse a artista em suas redes sociais.

 

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Milena Cerqueira

Formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), tenho interesse e experiência em jornalismo cultural, comunicação interna e assessoria de imprensa. Na área acadêmica, realizei pesquisa referente ao trabalho de conclusão de curso nas áreas de música e cultura pernambucana.

Veja mais ›
Fechar