Gloria Groove alcança nova marca importante com “A Queda”

A cantora Gloria Groove tem visto seu novo single, A Queda, subir cada vez mais nas paradas de forma totalmente orgânica. A artista, que trabalha de forma independente, tem conquistado números incríveis que tem rendido marcas inéditas em sua carreira.

publicidade
Gloria Groove
Gloria Groove no clipe de A Queda (Reprodução / YouTube)

Considerado o hit pop do momento, A Queda, que foi lançada na última quinta-feira (14) de outubro, acabou de entrar para o TOP 10 das músicas mais ouvidas pelos brasileiros no Sportify. Atualmente a faixa possui quase 3 milhões de plays na plataforma.

publicidade

Vale destacar que a faixa estreou no Spotify em #44 e logo em seguida foi subindo para #38. Em poucos dias já estava em #11 e agora oscilando entre o TOP 10. Só nas últimas 24h A Queda registrou 552.409 reproduções em todo o Brasil.

Com uma letra potente que fala sobre a era do cancelamento, A Queda sucede o ótimo desempenho de Bonekinha, que abriu discussão sobre como será o próximo álbum de Gloria Groove, o tão esperado Lady Leste.

publicidade

“E venha ver / Os deslizes que vou cometer / E venha ver / Os amigos que eu vou perder / Não tô cobrando entrada / Vem ver o show na faixa / Hoje tem open bar / Pra ver minha desgraça”, diz Gloria.

E não apenas no streaming A Queda tem feito sucesso. O clipe da canção tem bombado no Youtube e não sai da lista dos mais vistos. Assinado por Felipe Sassi, a produção já conta com quase 8 milhões de visualizações em apenas uma semana de lançamento.

Planos para Gloria Groove

Em recente entrevista para o colunista Leo Dias, do portal Metrópoles, Daniel Garcia, interprete de Gloria Groove, revelou que pensa em algum dia deixar de trabalhar como drag queen para investir e buscar novas formas de expor sua arte.

publicidade

Segundo Daniel, ele tem noção de seu potencial artístico e não gostaria de que seu trabalho com a música fosse exclusivamente resumido ao drag.

“Drag queen é uma ferramenta que me deu possibilidades e fez me enxergar como uma estrela, que é uma coisa que eu não tinha como um pré-adolescente gay que cantava bem que eu era. Mas eu não acho que isso me caracteriza. A partir do momento que eu perceber que isso está me limitando e me restringindo, pode ter certeza que eu vou mudar a narrativa e vou tomar posse dela”, disse.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade

Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.

Veja mais ›
Fechar