Após sair do Flow, Monark é impedido de criar novos canais no YouTube

O influenciador Monark, ex-apresentador do Flow Podcast, revelou nesta sexta-feira (18), que tem sido impedido pelo Youtube de criar novos canais na plataforma e ter retorno financeiro pelos seus vídeos.

publicidade
Monark não poderá ganhar dinheiro dentro do Youtube (Reprodução/Youtube)
Monark não poderá ganhar dinheiro dentro do Youtube (Reprodução/Youtube)

Através de seu perfil de suas redes sociais, Monark compartilhou uma série de publicações onde se pronuncia sobre a atitude da empresa. Ele disse que está sofrendo ataques de “pessoas poderosas” e criticou a falta de liberdade de expressão.

publicidade

“Estou sofrendo perseguição politica do YouTube Brasil. Eles me proibiram de criar um novo canal para poder continuar minha vida, pessoas poderosas querem me destruir. Liberdade de expressão morreu”, escreveu no Twitter.

O famoso, que foi demitido do próprio podcast por fazer um comentário de apologia ao nazismo, ainda compartilhou um print do e-mail que recebeu da plataforma. Nele dizia que o apresentador violou as políticas de conteúdo da empresa.

“Assim, concluímos pela suspensão da monetização do seu canal. A partir do momento em que esta medida for aplicada, você não terá mais acesso às ferramentas e funcionalidades de monetização, o que inclui o suporte online a criadores de conteúdo”, diz o texto.

“Enquanto a suspensão permanecer, você não poderá criar um novo canal ou se utilizar de um canal de terceiros para burlar as restrições do Programa de Parceiros do YouTube”, completou o comunicado.

publicidade

Novo pedido de desculpas de Monark

Depois de sua postagem repercutir na mídia, Mornak voltou para a rede social e compartilhou um vídeo onde reafirma que está sofrendo com uma retaliação desproporcional ao que fez. Monark reafirmou que não concorda com o qualquer “postura extremista”.

“Meus comentários foram infelizes sim, mas de maneira alguma foram mal-intencionados, de maneira alguma defenderam qualquer ideologia extremista que você possa pensar. Eu sofri as consequências, eu perdi o ‘Flow’, eu saí da empresa, do meu programa, eu pedi desculpas várias vezes, mas não acabam as retaliações. Parece que pessoas muito poderosas querem me destruir completamente. As consequências estão muito fora de proporção”.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade

Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.

Veja mais ›
Fechar