Torcida do América Mineiro faz campanha contra reforço

Marcinho está perto do América Mineiro
Torcida do América Mineiro reprova contratação de Marcinho (Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia)

Torcida do América Mineiro faz campanha contra reforço

Em busca de reforços para o restante da temporada, o time do América Mineiro está em negociações avançadas com o lateral Marcinho, de 26 anos e que defendeu o Bahia na última temporada.

A chegada de Marcinho ao Coelho será para repor a venda de Arthur, o jovem revelado na base do América Mineiro foi negociado com o Bayer Leverkusen na última semana.

Um caso grave

Mesmo sendo um jogador considerado jovem para a profissão, um grave incidente fora de campo faz com que a torcida do clube mineiro seja completamente contra a chegada do lateral. Em 2020, quando ainda atuava pelo Botafogo, Marcinho acabou atropelando e matando duas pessoas. Na ocasião, o carro foi encontrado poucos metros depois do incidente, mas sem o motorista.

Mesmo com protestos por parte da torcida do Bahia, o jogador acertou com o clube na temporada passada. Em coletiva de imprensa durante sua apresentação, Marcinho falou sobre o ocorrido.

“Com toda certeza, eu teria parado. Mas, por uma série de fatores: medo, medo de ser linchado, sou uma figura pública; não estar vivendo um grande momento, um bom momento, na verdade, no clube em que eu estava. Isso culminou em uma atitude muito ruim minha, e isso é o que eu tenho buscado melhorar muito na minha vida”.

Anos após o incidente, Marcinho concluiu sua fala afirmando que não é mais a mesma pessoa do dia do incidente.

“Cresci bastante. Fui pai. Então, com certeza, sou uma pessoa totalmente diferente daquele rapaz do dia 30 de dezembro de 2020”.

Protesto da torcida

Nas redes sociais, a torcida do América Mineiro protesta com a hashtag #Marcinhonao para que a negociação não seja concluída.

O jogador chegou em Belo Horizonte na noite da última terça-feira (4), e desde que a notícia viralizou, os torcedores estão invadindo as redes sociais do América Mineiro para protestar. O clube ainda não se posicionou sobre a situação.

Não apenas os “torcedores comuns”, mas também uma organizada do Coelho entrou na briga. Através de nota oficial, a torcida organizada ‘Seita Verde’ também se manifestou contra a chegada de Marcinho ao clube.