São Paulo recomenda redução de 30% no público de shows

Nesta quarta-feira (12), o governo de São Paulo anunciou que vai recomendar que às prefeituras do Estado uma redução de 30% no público de shows e outros evento com aglomerações. A recomendação vem como medida para conter a alta de casos de Covid-19 no estado, pela variante Ômicron.

publicidade
São Paulo Shows
Shows em São Paulo devem sofrer novas restrições devido a alta nos casos de Covid-19, no estado. Foto: Pixabay.

O anunciou foi feito durante coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi, sede do governo estadual.

publicidade

Na última terça-feira (10), começou a valer na capital do estado, a exigência de comprovante de vacinação para todos os eventos realizados na cidade. O Secretário Municipal de Saúde, Edson Aparecido, informou em nota que o passaporte será necessário enquanto o número de novos casos da nova variante do coronavírus continuar a subir.

O secretário ainda avalia que entre os dias 31 de dezembro e 6 de janeiro, a cidade registrou um aumento de 30% nos casos de Covid-19, e a cepa Ômicron tem 52% de prevalência na cidade. Desde setembro, São Paulo exigia o comprovante apenas para eventos com mais de 500 pessoas, com uso de máscara obrigatório.

A prefeitura da capital paulista também já confirmou, no último dia (05), o cancelamento do carnaval de rua em 2022. Até agora, os desfiles das escolas de samba, no sambódromo, estão mantidos.

publicidade

Leia também: Carnaval do Rio de Janeiro: Prefeitura cancela festas de rua em 2022

Segundo levantamento feito pela CNN, os Hospitais privados da cidade registraram um aumento expressivo de crianças com Covid-19 e síndrome gripal desde o começo de dezembro. Além disso, o número de profissionais de saúde atingido pelas doenças respiratórias, tem crescido de forma preocupante.

Outros estados brasileiros também estão fazendo novas restrições a shows e eventos com público. Em Salvador, na Bahia, o governador Rui Costa, anunciou na última segunda-feira (10), a diminuição no limite de público em eventos, para 3 mil pessoas.

publicidade

Vários shows e eventos na capital baiana estão sendo adiados ou cancelados, devido ao aumento no número de casos de Covid-19 e o surto de influenza no estado.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Segundo dados divulgados pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen), a Bahia é o segundo estado com mais óbitos por Covid-19 de crianças entre 5 e 11 anos de idade.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Rafael Lima

Jornalimo pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Possui passagem por assessoria de comunicação e produção de críticas musicais desde 2020 em redes sociais. Apaixonado pelo universo e cultura pop, pesquisa e produz conteúdo para o nicho desde 2019.

Veja mais ›
Fechar