Renaissance: Beyoncé vai remover música após receber críticas nas redes sociais

A equipe de Beyoncé confirmou para a revista Variety que a cantora vai alterar a letra da música “Heated”, lançada na última sexta-feira (29), em seu mais novo álbum, ‘Renaissance’. Nas redes sociais, algumas pessoas criticaram um trecho da letra que foi considerado ofensivo às pessoas com deficiência.

publicidade
Beyoncé
Beyoncé irá remover música após receber críticas nas redes sociais. Foto: reprodução/Instagram.

A letra da música inclui a palavra “spaz” durante um verso em que Beyoncé canta: “Spazzin’ on that ass, spazz on that ass”. Quando traduzido, o termo pode significar “retardado”, “deficiente”, “anormal”, “ter espasmos”, referente a uma dificuldade para as pessoas controlarem seus músculos, especialmente braços e pernas.

publicidade

A letra foi considerada capacitista e inspirou um ensaio publicado no The Guardian no qual a escritora Hannah Diviney escreveu:

“O compromisso de Beyoncé em contar histórias musical e visualmente é incomparável, assim como seu poder de fazer o mundo prestar atenção às narrativas, lutas e experiências vividas matizadas de ser uma mulher negra.”

publicidade

Além de Beyoncé, recentemente, Lizzo também recebeu críticas por um trecho da letra da música “Grrrls” que foi considerado capacitista. Ouvindo alguns comentários que tem recebido nas redes sociais, a cantora se comprometeu a fazer uma mudança no trecho polêmico.

Em seu perfil no Instagram, a cantora postou um longo texto dizendo que não mais vai usar a palavra “spaz” na letra: “Segure minha bolsa, vadia/ Segure minha bolsa/ Você vê essa merda?/ Eu sou uma sp*z/ Estou prestes a nocautear alguém/ Yo, onde está minha melhor amiga? / Ela é a única que eu conheço que me fala do fundo do poço”.

“Foi trazido ao meu conhecimento que há uma palavra prejudicial na minha nova música ‘GRRRLS’. Deixe-me esclarecer uma coisa: nunca quis promover linguagem depreciativa. Como uma mulher negra gorda na América, eu tive muitas palavras ofensivas usadas contra mim, então eu supero o poder que as palavras podem ter (intencionalmente ou no meu caso, não intencionalmente)“, escreveu Lizzo no post.

publicidade

A artista se mostrou ciente da responsabilidade que carrega nas letras de suas músicas e anunciou a alteração da palavra equivocada: “Tenho orgulho de dizer que há uma nova versão de ‘GRRRLS’ com uma chance de letra. Este é o resultado de eu ouvir e agir. Como uma artista influente, me dedico a fazer parte da mudança que espero ver no mundo. Beijos, Lizzo.

A palavra é uma gíria em Inglês que nos Estados Unidos tem como significado “enlouquecer”. Mas, no Reino Unido, a mesma palavra é usada de forma ofensiva para menosprezar as pessoas que vivem com paralisia cerebral ou outras condições em que os movimentos acontecem de forma espasmódica.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Rafael Lima

Jornalimo pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Possui passagem por assessoria de comunicação e produção de críticas musicais desde 2020 em redes sociais. Apaixonado pelo universo e cultura pop, pesquisa e produz conteúdo para o nicho desde 2019.

Veja mais ›
Fechar