Ratinho abre o jogo sobre desentendimento com Gugu Liberato

ratinho-abre-o-jogo-sobre-desentendimento-com-gugu-liberato
Ratinho abre o jogo sobre desentendimento com Gugu Liberato. (Foto: reprodução/internet)

Em recente participação no podcast “Programa de Todos os Programas”, promovido pelo portal R7 e conduzido por Flávio Ricco e Gabi França, o renomado apresentador Ratinho trouxe à tona um episódio antigo envolvendo ele e o falecido Gugu Liberato.

“A gente estava meio… Não brigado, mas eu estava chateado que ele tinha roubado o ET e o Rodolfo de mim”, desabafou Ratinho. Ele acrescentou:

“Ele comprou, ofereceu um salário melhor e eu nunca segurei ninguém! Nunca me atrevi a segurar ninguém pra trabalhar comigo”.

O sentimento de Ratinho

Quando Gabi França questionou se o fato havia magoado o apresentador, Ratinho não hesitou: “Fiquei porque eu gostava dos dois, do ET e do Rodolfo. Mas toquei minha vida, não mudou nada, tranquilo”.

ET & Rodolfo: Do auge ao declínio

A dupla de humoristas e cantores ET & Rodolfo alcançou grande popularidade no final dos anos 90 até o início dos anos 2000.

Eles foram emblematicamente conhecidos por invadir a residência de celebridades para surpreendê-las.

O auge dessa fase ocorreu em 1998, quando Gugu Liberato contratou a dupla para seu show “Domingo Legal”, atraindo-os para longe do programa de Ratinho, “190 Urgente”.

Contudo, a parceria entre ET & Rodolfo findou em 2001, dando espaço para que ambos seguissem caminhos distintos em suas carreiras.

A trajetória de ET, infelizmente, chegou ao fim em 2019, após ele passar por uma parada cardíaca causada por choque séptico e insuficiência renal, consequências do tabagismo.

Rodolffo, por sua vez, continuou sua carreira e, em 2021, trabalhou como repórter no programa “A Noite é Nossa”, sob o comando de Geraldo Luiz, na Record TV.

Saiba mais sobre Ratinho

Ratinho, cujo nome verdadeiro é Carlos Roberto Massa, é uma figura amplamente reconhecida na televisão brasileira. Ele nasceu em Águas de Lindóia, São Paulo, em 15 de fevereiro de 1956.

Ao longo de sua carreira, Ratinho tem se destacado não apenas como apresentador, mas também como empresário e até mesmo como político. Aqui estão alguns pontos notáveis sobre sua trajetória:

Início da carreira

Antes de se tornar uma personalidade da televisão, Ratinho trabalhou em diversas funções, incluindo vendedor de picolés e radialista.

Foi no rádio que ele começou a ganhar notoriedade, principalmente no Paraná, e eventualmente fez a transição para a televisão.

Carreira televisiva

Ratinho começou na televisão como repórter policial. Mais tarde, ele conduziu programas que misturavam jornalismo, entretenimento e casos policiais, como o “190 Urgente” na Record TV.

Seu estilo direto e, por vezes, polêmico lhe rendeu grande popularidade.

Em 1998, ele transferiu-se para o SBT, onde apresenta o “Programa do Ratinho”. O programa, ao longo dos anos, passou por reformulações, variando desde abordagens mais sensacionalistas até formatos mais leves com entretenimento, música e quadros de humor.

Polêmicas

Ao longo de sua carreira, Ratinho foi frequentemente associado a polêmicas devido ao seu estilo direto e sem papas na língua. Ele já enfrentou críticas e processos judiciais por declarações feitas em seu programa.

Vida empresarial

Além de sua carreira na televisão, Ratinho é um bem-sucedido empresário. Ele possui várias estações de rádio e televisão, sobretudo no Paraná, e também investiu em outros setores, como agricultura e imobiliário.

Carreira política

Ratinho também enveredou pela política. Foi eleito deputado federal pelo Paraná em 2002. Entretanto, após um mandato, decidiu não buscar a reeleição e retornou à televisão.

Vida pessoal

Ratinho é casado com Solange Martinez Massa e tem dois filhos. Seu filho, Carlos Roberto Massa Junior, conhecido como Ratinho Junior, seguiu a carreira política e, em 2019, tornou-se governador do Paraná.