Rachel Reis e Illy apostam no balanço baiano do ijexá em “Me veja”

Um ijexá moderno com versos chicletes, cheio de atitude e cantado por duas das vozes mais incensadas da música contemporânea baiana. Assim é “Me veja”, novo single de Rachel Reis que conta com a participação de Illy. Nele as duas se jogam num romance de verão, pouco importando se ele vai durar um dia ou a vida inteira.

publicidade

O lançamento já está disponível em todas as plataformas de streaming e chega através do selo Alá com distribuição da Altafonte. O single também ganhou clipe dirigido por Maria Mango da Marias Filmes, disponível no YouTube.

Rachel Reis e Illy
As cantoras baianas Rachel Reis e Illy apostam num visual anos 1990 no clipe de “Me Veja” (Foto: Maria Mango / Divulgação)
publicidade

Nas cenas ambientadas nos anos 1990, Rachel e Illy se aprontam para fazer valer o carnaval.  Tudo com as cores e o suingue da Bahia, destacado no arranjo produzido por Cuper. Ele também é parceiro de Rachel (assim como Zamba) no primeiro EP da cantora, “Encosta”. Inclusive, “Maresia”, a última faixa lançada, já se tornou um sucesso na cena local.

“Acho que ‘Me veja’ dialoga bastante com as faixas que já lancei. A ideia dela é falar sobre a importância de apreciar os momentos, mesmo os que passam logo. Tudo ficou com uma energia bem específica de Carnaval e eu fiquei feliz demais com o resultado”, afirma Rachel, que, além de cantora, é compositora.

Rachel afirma que a voz de Illy serviu para abrilhantar ainda mais “Me veja”. “Admiro muito o trabalho de Illy e a vibe musical que ela traz bate muito com a minha. Deu match!”, garante.

publicidade

Illy também diz estar muito feliz com o dueto. “Rachel tem tocado sem parar lá em casa. Ela é de fato uma das melhores coisas que estão acontecendo na cena baiana e cantar esta faixa ao lado dela me enche de alegria”, afirma.

Confira o clipe de “Me Veja”

Quem é Rachel Reis?

Rachel Reis é uma nova cantora e compositora nascida em Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia. Ela faz parte da leva de artistas que iniciaram suas carreiras na pandemia e têm surpreendido com o retorno aos palcos.

publicidade

De sonoridade pop leve e dancante, Rachel Reis tem se destacado com uma das principais novidades da cena baiana atual. Seu trabalho é uma mistura da música baiana mais tradicional com referências do universo pop, afrobeat e MPB.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

A lista de inspiração traz nomes como BaianaSystem, Mayra Andrade, Céu, Gilberto Gil, Amy Winehouse e Jorge Ben. De voz potente ao mesmo tempo em que suave, Rachel traz em sua música uma batida -tropicana futurista- num pop desconstruído, no qual mostra personalidade no canto, na presença e nas composições que abordam a vida cotidiana e dilemas amorosos contemporâneos.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Marcelo Argôlo

Marcelo Argôlo é jornalista e pesquisador musical. Autor do livro Pop Negro SSA: cenas musicais, cultura pop e negritude, atua no mercado de comunicação e jornalismo musical desde 2012. Nesse período, teve passagens por redações, agências e assessorias. Atualmente se dedica ao Mix Me e a projetos de produção de conteúdo sobre música pop e negritude.

Veja mais ›
Fechar