PF prevê conclusão das investigações sobre caso Marielle

pf-preve-conclusao-das-investigacoes-sobre-caso-marielle
A Polícia Federal anuncia que espera concluir as investigações.(Foto: Reprodução/internet)

Andrei Rodrigues, diretor-geral da Polícia Federal (PF), expressou na terça-feira (9/1) sua convicção de que as investigações sobre os assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes serão concluídas até o final de março. Em uma entrevista à CBN, ele afirmou que a PF entregará à Justiça Federal os nomes dos possíveis mandantes do crime, que até o momento permanecem desconhecidos, incluindo as motivações por trás do ato.

PF entregará à Justiça Federal

É importante dizer que estamos há um ano à frente de uma investigação de um crime que aconteceu há cinco anos, com a convicção de que ainda nesse primeiro trimestre a Polícia Federal dará uma resposta final do caso Marielle”, disse Andrei Rodrigues, reiterando o compromisso da PF em resolver o caso.

Em dezembro do ano passado, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, havia indicado que a resolução do caso da vereadora do Rio de Janeiro estaria próxima. O caso, inicialmente sob investigação da Polícia Civil do RJ, foi transferido para a PF em fevereiro do ano passado por determinação de Dino, com o intuito de intensificar a colaboração nas investigações.

Relembre o caso

Em março de 2018, ocorreu um trágico incidente no qual Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes foram brutalmente assassinados. Eles foram emboscados e fuzilados por homens em um outro veículo enquanto estavam em uma rua no Estácio, no centro do Rio de Janeiro.

Os dois principais acusados do crime, Ronnie Lessa, um policial militar reformado suspeito de ter realizado os disparos, e o ex-PM Élcio de Queiroz, supostamente o motorista do Cobalt prata que perseguiu as vítimas, estão detidos em penitenciárias federais de segurança máxima. Eles aguardam julgamento, que ainda não foi agendado.

No ano de 2023, marcou-se o quinto aniversário da morte de Marielle Franco, um caso que continua a ecoar e gerar discussões sobre violência e injustiça social.

Veja também: