Pedro Sampaio fala de sucesso internacional e lançamento de festa

PE-DRO SAM-PA-IO. Essa é a soletração mais escutada nos últimos tempos, ainda mais dentro dos hits do DJ carioca Pedro Sampaio, de 24 anos. Não tem como negar o sucesso estrondoso do artista, principalmente no ano de 2022, com grandes hits com destaque internacional, lançamento do primeiro álbum e de sua primeira festa exclusiva, “Chama Meu Nome”.

publicidade

Recentemente, o carioca anunciou o seu selo exclusivo da festa, que promete uma experiência única. A primeira edição de “Chama Meu Nome” acontece no dia 30 de julho, na capital pernambucana, no Recife. São Paulo e Rio de Janeiro recebem a festa em outubro e novembro, respectivamente.

Pedro Sampaio fala de sucesso internacional e lançamento de festa (Foto: Divulgação)
Pedro Sampaio fala de sucesso internacional e lançamento de festa (Foto: Divulgação)
publicidade

“Esse projeto foi pensado com muito carinho para levar ao público a experiência sensorial do universo fantástico e dos personagens criados para o meu primeiro álbum. Quero que as pessoas vivam um momento único”, disse o artista.

Além da festa, um dos destaques mais recentes do artista foi o lançamento de “Dançarina Remix, que contou com a parceria AnittaNicky Jam e Dadju. Esse hit que foi sua consolidação no meio da música internacional. Em entrevista exclusiva ao Mix Me, Pedro falou um pouco da sua experiência no mercado mundial musical.

“Gostei bastante de me aventurar no cenário internacional, experimentar novos ritmos e trabalhar com artistas incríveis. Espero que seja o primeiro feat de muitos”, pontuou.

publicidade

Leia a entrevista completa com Pedro Sampaio

Como surgiu a ideia de unir artistas com sonoridades tão distintas e de países diferentes no remix de “Dançarina”?
Eu sempre gostei muito de misturar ritmos, então achei que seria legal brincar com as diferentes sonoridades. Depois do sucesso de Dançarina, eu sabia que tinha que trazer nomes de peso para o remix, e não podia ficar mais feliz com o resultado. Cada um que participou trouxe um pedacinho da sua originalidade, sua nacionalidade, e ficou demais!

Depois do sucesso de Anitta, a carreira internacional deixou de ser um sonho e passou a ser um projeto real de muitos artistas brasileiros. Você tem mais planos nesse sentido?
Gostei bastante de me aventurar no cenário internacional, experimentar novos ritmos e trabalhar com artistas incríveis. Espero que seja o primeiro feat de muitos! Essa foi a primeira música que faço com o intuito de levar o funk para fora do Brasil, e quero que esse seja só o primeiro passo da minha carreira lá fora.

No último mês, foi divulgada a festa “Chama Meu nome” em três cidades, o que os fãs podem esperar de diferente de um show normal?
Esse projeto foi pensado com muito carinho para levar ao público a experiência sensorial do universo fantástico e dos personagens criados para o meu primeiro álbum. Quero que as pessoas vivam um momento único, embarquem comigo nessa ilha particular comigo. Me inspirei nos festivais de música mais coloridos do mundo para fazer a estética visual que mais me agradava.

publicidade

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Os shows da “Chama Meu Nome” serão solo ou teremos participações/outros artistas no evento?
Estamos preparando várias surpresas para os shows da CHAMA MEU NOME. Eu sou um cara que gosta muito de misturar ritmos e com toda certeza vou tentar trazer uma galera massa para os shows!

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Milena Cerqueira

Formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), tenho interesse e experiência em jornalismo cultural, comunicação interna e assessoria de imprensa. Na área acadêmica, realizei pesquisa referente ao trabalho de conclusão de curso nas áreas de música e cultura pernambucana.

Veja mais ›
Fechar