Paulinha Abelha: morte da cantora pode vir a ser considerada homicídio

A morte de Paulinha Abelha pode gerar dura consequências nas próximas semanas para os profissionais que receitaram remédios de emagrecimento para a artista. O caso, inclusive, pode ser apontado como homicídio e estelionato.

publicidade
Cantora Paulinha Abelha, vocalista da banda Calcinha Preta (Reprodução/Instagram)
Cantora Paulinha Abelha, vocalista da banda Calcinha Preta (Reprodução/Instagram)

Conforme o último laudo da morte da vocalista, foi apontado que ela faleceu após ter o fígado e os rins sobrecarregados por conta de substâncias como anfetaminas e barbitúricos, usadas em um tratamento de emagrecimento com acompanhamento médico.

publicidade

Segundo informações do portal Diário do Nordeste, os profissionais de saúde que receitaram os remédios irão ser investigados e, caso seja comprovado a veracidade dos fatos, eles podem ser condenado e ter pena de 6 a 20 anos, mesmo sem intenção de matar.

Outro detalhe que pode ser levantado durante o processo, é o estelionato. Isso porque a justiça pode apontar que houve uma vantagem ilícita durante o atendimento e, sendo assim, ele também será julgado de acordo com o código de ética da profissão.

Vale destacar que em reportagem exibida durante o programa Domingo Espetacular, da Record TV, mostrou que foram encontradas 17 substâncias para tratamentos diferentes tratamentos, no corpo da vocalista da banda Calcinha Preta. Entre eles estavam medicamentos como antidepressivo, redutor de apetite, calmantes naturais, estimulantes, cápsulas para memória e uma fórmula que promete reduzir medidas.

publicidade

Paulinha Abelha morreu aos 43 anos, no último dia 23 de fevereiro, após ficar 12 dias internada em hospitais de Aracaju, em Sergipe. Em boletim médico divulgado pela assessoria da cantora, foi apontado que ela faleceu em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico.

Detalhes das medicações de Paulinha Abelha

Em entrevista concedida ao Fantástico o viúvo da cantora, Clevinho Santos, confirmou que ela usava medicamentos com o intuito de emagrecer. Ele afirmou que era comum ver a esposa fazendo uso de medicamentos, principalmente antes de shows.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

“Alguns medicamentos de emagrecer às vezes, ela tomava medicamento e treinava, mas nunca tomou nenhum tipo de anabolizante. Os medicamentos que ela sempre tomou foram esses, mais diuréticos. Quase toda semana ela estava tomando, quando tinha show que ela queria ‘dar uma secada’, também esses chás de emagrecer”, contou Clevinho.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.

Veja mais ›
Fechar