Pabllo Vittar quebra o silêncio após acusação de plágio; confira:

A drag queen Pabllo Vittar foi processada por acusação de plágio musical pelo cantor e compositor, Herlomm Diosly dos Reis Silva. A acusação se refere ao suposto plágio da música do artista “Amar, Sofrer, Chorar” na faixa “Ama, Sofre, Chora”, de artista de “Batidão Tropical” (2021). Depois da bomba, a famosa se pronunciou sobre o assunto nesta quinta-feira (4).

publicidade
 Pabllo Vittar
Pabllo Vittar se pronuncia sobre acusação de plágio; confira: (Reprodução) Pabllo Vittar

“A equipe da artista Pabllo Vittar vem, através deste comunicado, informar que tomou conhecimento pela mídia digital, que existe uma acusação de plágio referente à obra ‘Ama, Sofre, Chora’, de autoria de Rodrigo Gorky, Pablo Bispo, Arthur Marques, Arthur Pampolin Gomes e Guilherme dos Santos Pereira. Em que pese não tenha recebido nenhuma notificação ou citação até o presente momento, a artista, através de sua equipe, examinou a gravação da obra alegadamente plagiada e verificou que não existe nenhuma hipótese de ocorrência de plágio, visto que as obras musicais são totalmente distintas, nada existindo que possa, minimamente, levar a essa conclusão”, iniciou a equipe da cantora.

publicidade

Ainda de acordo com as análises feitas pela produção da drag queen, as músicas não possuem semelhança. “Neste sentido, este comunicado serve para esclarecer que a artista Pabllo Vittar não cometeu nenhum tipo de violação a direito autoral e não compactua com a apropriação indevida de qualquer espécie de propriedade intelectual. Trata-se de evidente acusação leviana, sem qualquer fundamento, a qual será devidamente contestada no momento oportuno”, concluiu.

Pabllo Vittar x Herlomm Diosly

A acusação foi noticiada por Fábia Oliveira, do ‘Em Off’, que disse que o artista envolvido registrou a melodia de sua canção em 13 de junho de 2019, em uma plataforma chamada ‘musicasregistradas.com’. Já o clipe de “Ama, Sofre e Chora” de Pabllo Vittar, foi publicado em 08 de janeiro de 2021.

publicidade

De acordo com Diosly, logo que escutou a música da drag conseguiu identificar trechos, título e melodia semelhantes ao do seu trabalho.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Se comprovado a cópia, Pabllo Vittar, a gravadora Sony Music e os demais envolvidos na música, terão  que pagar R$ 1 milhão de indenização da causa.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Milena Cerqueira

Formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), tenho interesse e experiência em jornalismo cultural, comunicação interna e assessoria de imprensa. Na área acadêmica, realizei pesquisa referente ao trabalho de conclusão de curso nas áreas de música e cultura pernambucana.

Veja mais ›
Fechar