Mulher viraliza com estátua de Baphomet e declara: “veio para somar”

Mãe de Santo Michelly da Cigana em frente a sua casa com Baphomet
Mãe de santo tem estátua de Baphomet em casa (Reprodução/TikTok)

Mulher viraliza com estátua de Baphomet e declara: “veio para somar”

Se você é usuário do Twitter, Instagram, Facebook ou demais redes sociais, deve ter se deparado com uma publicação de um internauta falando: “Vizinho novo já chegou causando no bairro“, acompanhada da imagem de um muro cinza com uma grande estátua de Baphomet aparente. O post foi uma febre nas redes sociais e já soma mais de 9 milhões de visualizações, além de inúmeras curtidas e retweets.

Afinal, por que a figura assustou tantas pessoas? Baphomet também pode ter o nome de Belzebu ou Saravá Exu Maioral. A dona da casa é a mãe de santo Michelly da Cigana. Ao perceber que sua casa fez sucesso na internet, a religiosa fez um post em sua conta no TikTok avisando que ela era proprietária do imóvel. Ela já tem mais de 190 mil seguidores na plataforma e mais de 1,8 milhões de curtidas.

Em entrevista ao G1, a religiosa explicou que mora no local há sete anos e colocou a imagem há alguns meses “por determinação divina“. Michelly fez seu assentamento de Belzebu há nove anos e pontua que a cada ano, a entidade a surpreende. “É uma força espiritual que veio para somar na minha vida, na minha trajetória. Me transformou para o bem. Está chegando a obrigação dele agora na Sexta-feira Santa. Em novembro passado, eu tive que colocar a estátua. Para agradecer, proteger nosso portão, da minha casa de religião“.

Mãe de santo não se incomoda com comentários

Com o tweet se tornando viral, muitos comentários de intolerância religiosa foram feitos contra a mãe de santo pela imagem de Baphomet. Mesmo assim, ela afirmou não ligar para isso. Ao contrário, Michelly ficou feliz pela repercussão e afirma que sua casa virou ponto turístico. “As pessoas têm a liberdade de dizer o que pensam e nós temos a liberdade de exercer a nossa fé“.

O que é Baphomet?

A imagem de Baphomet é usada em diversas religiões. Em outubro de 2022, ela viralizou por estar em uma foto com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), no entanto, foi descoberto que se tratava de uma montagem. Se trata de uma figura mística que surgiu em religiões pagãs durante a inquisição dos Cavaleiros Templários, no século XIV.

As crenças cristãs julgam a imagem como satânica ou demoníaca, sendo associado à magia, bruxaria e esoterismo. No entanto, a figura com rosto de cabra é usada em religiões diversas como mestre e mentor. Dessa forma, não, necessariamente, algo maléfico.