Lewis Hamilton rebate menção racista de Nelson Piquet

Após Nelson Piquet ter chamado Lewis Hamilton de “neguinho”, ao comentar em entrevista a tentativa de ultrapassagem de Verstappen em 2021, o piloto britânico respondeu à fala do brasileiro. Na ocasião, o ex-piloto foi perguntado sobre comparação da manobra com uma feita por Senna em 1990.

publicidade
Lewis Hamilton rebate menção racista de Nelson Piquet (Fotos: Reprodução)
Lewis Hamilton rebate menção racista de Nelson Piquet (Fotos: Reprodução)

Hamilton compartilhou um tuíte de um seguidor.

publicidade

E se o Hamilton simplesmente twitasse ‘quem diabos é Nelson Piquet?’ e saísse do Twitter?”. “Imagine!”, comentou o piloto.

Mais tarde, o britânico comentou em português: “Vamos focar em mudar a mentalidade”. Ele ainda completou com mais um tuíte.

“É mais do que linguagem. Essas mentalidades arcaicas precisam mudar e não têm lugar no nosso esporte. Fui cercado por essas atitudes e alvo de minha vida toda. Houve muito tempo para aprender. Chegou a hora da ação”.

publicidade

Tudo começou quando em entrevista recente, o apresentador Ricardo Oliveira fez uma pergunta para Piquet sobre o acidente de Lewis Hamilton e Max Verstappen durante o Grande Prêmio de Silverstone de Fórmula 1, na Inglaterra, em julho de 2021.

O ex-piloto respondeu comparando a batida com a colisão entre Ayrton Senna e Alain Prost em 1990, no Japão. Em sua fala, Piquet usou o termo “neguinho” para se referir a Hamilton em sua explicação.

publicidade

“O neguinho meteu o carro e não deixou [Verstappen] desviar. O neguinho deixou o carro porque não tinha como passar dois carros naquela curva. Ele fez de sacanagem. A sorte dele foi que só o outro se f****. Fez uma p*** sacanagem”, disse.

Lembrando que Nelson Piquet é sogro de Max Verstappen, que é casado com Kelly Piquet.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Rafael Lima

Jornalimo pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Possui passagem por assessoria de comunicação e produção de críticas musicais desde 2020 em redes sociais. Apaixonado pelo universo e cultura pop, pesquisa e produz conteúdo para o nicho desde 2019.

Veja mais ›
Fechar