Lagum celebra a vida em novo álbum, primeiro após a morte do baterista

A banda Lagum lançou hoje (10) um novo álbum, intitulado “Memórias (de onde eu nunca fui)”. A produção inédita vem após a triste tragédia da morte do baterista da banda, e tem o intuito de celebrar a vida.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
Lagum
Lagum celebra a vida em novo álbum, primeiro após a morte do baterista (Créditos: Lett Sousa)

O álbum, que é poesia, já começa cheio de significados, com o vocalista Pedro Calais tomando fôlego para começar a cantar, relembrando o público de estar vivo, de respirar. Lagum traz o Memórias após quase dois anos de pandemia e de mais de um ano de luto.

publicidade

A morte de um dos integrantes da banda foi um choque em 2020. Tio Wilson, o baterista do grupo, sofreu uma parada cardiorrespiratória em setembro do ano passado, ainda aos 34 anos.

Em entrevista, a banda esclarece o ideal do álbum e o processo de produção.

publicidade

“A gente começa com ‘Ninguém Me Ensinou’, porque acho que é a música mais forte do álbum inteiro. Pela carga emocional que ela carrega, por ter sido uma homenagem ao Tio. O álbum é uma grande homenagem ao Tio. E a mensagem da música que começa é viver intensamente, realmente aproveitar e construir as memórias que a gente quer construir e ter orgulho daqui pra frente”, explica Pedro, vocalista do grupo.

Apesar da forte carga emocional, o grupo afirma que não se trata de um álbum triste ou de luto. Ao contrário, a nova produção é uma celebração do estar vivo.

“Não tem luto, não tem tristeza nesse álbum. Até porque a morte do Tio não deixou tristeza, deixou ensinamento só. Deixou alegria, deixou um filho, que é o José. Antes de partir, ele deixou um legado para a banda, músicas maravilhosas.”, complementa Pedro

publicidade

Sobre as faixas e o conteúdo do álbum em si, o cantor também se abriu e explicou a ideia do grupo.

“O álbum termina com uma celebração, clima de festa, e acho que é a única música possível para encerrar esse álbum: deu tudo certo, a gente passou por tanta coisa, vamos aproveitar ao lado das pessoas que a gente gosta e viver o momento que a gente merece”, reflete.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Milena Cerqueira

Formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), tenho interesse e experiência em jornalismo cultural, comunicação interna e assessoria de imprensa. Na área acadêmica, realizei pesquisa referente ao trabalho de conclusão de curso nas áreas de música e cultura pernambucana.

Veja mais ›
Fechar