Juliette Freire faz terapia por se sentir culpada por ter dinheiro e sucesso

Juliette Freire
Juliette Freire (Imagem: Reprodução / Instagram)

Juliette Freire, de 33 anos, conquistou a fama há pouco tempo. A ex-BBB foi um verdadeiro fenômeno depois que entrou para o BBB 21, no qual ela foi campeã. Apesar de todo o sucesso conquistado, a influenciadora digital confessou que precisou buscar ajuda para lidar com todas as novidades.

Embora tenha colhido os frutos de seu trabalho, em alguns momentos ela se sente culpada por ter tanto dinheiro. No Big Brother, a famosa faturou R$1,5 milhão, sem contar todas as marcas que foi contratada para fazer publicidade na internet. “Tinha um tio que morava na rua, dei uma casa para ele”, contou em entrevista para o jornal Extra. Porém, depois de suas condições financeiras melhorarem, a estrela conseguiu dar uma casa para o familiar.

“Ainda acho caras algumas coisas. Tenho quatro irmãos, um pai e uma mãe, seis sobrinhos. Agora sete, um está na barriga. E alguns amigos que eu considero como irmãos “, revelou ela, que tenta manter os pés no chão quando o assunto é dinheiro.

Generosa, a ex-BBB pensou também na educação da família e investiu nisso por acreditar que não pode pensar apenas em si. “Dei moradia e plano de saúde para eles, educação para todos os meus sobrinhos. Não ia gastar milhares de reais num bem de luxo. Não penso só em mim. As minhas necessidades estão mais do que satisfeitas, as dos meus parentes ainda”, contou.

Ju destacou que não consegue gastar sem pensar em seu passado difícil. Por quase toda sua vida a cantora passou por dificuldades antes de ter a virada de chave que foi o reality show da Globo.

“O público vive aconselhando: ‘Ficou rica, vai gastar esse dinheiro!’, só que eu sei como é a vida real. Faço terapia uma vez por semana. Minha terapeuta costuma dizer que, pelas circunstâncias da vida, criei uma rigidez muito forte”, revelou a beldade.

“Outra questão é a culpa pelo sucesso, por ter dinheiro. Preciso encontrar um equilíbrio para me manter onde estou. Vivo uma vida muito confortável, mas sem exagero, sem ostentação”, garantiu. Por fim, Juliette disse que sabe as consequências que a fama pode trazer e “o dinheiro não compra liberdade nem felicidade”, ela pontuou.