José de Abreu troca farpas e xinga deputado Luiz Lima na web

jose-de-abreu-troca-farpas-e-xinga-deputado-luiz-lima-na-web
José de Abreu troca farpas e xinga deputado Luiz Lima na web. (Foto: Reprodução/Internet)

Na tarde da última quinta-feira,(02/11) o ator José de Abreu se envolveu em uma discussão acalorada no Twitter com o deputado federal Luiz Lima.

O ator, conhecido por suas polêmicas nas redes, perdeu a paciência com e proferiu insultos contra o ex-atleta olímpico após uma série de trocas de mensagens sobre religião e política.

José de Abreu reponde deputado e causa discórdia

José de Abreu respondeu a um tweet direcionado a ele, afirmando: “Eu e três filhos somos judeus! Vai tomar no seu c*zinho. Sionismo não é judaísmo, idiota”.

A troca de mensagens azedou ainda mais quando Luiz Lima provocou o ator com a seguinte declaração:

O antissemitismo saiu do armário. Agora ficou evidente que a esquerda é nazifascista. A barreira que segurava o ódio aos judeus que havia sido criado após a 2° Guerra se rompeu. Tem muito esquerdista por aí doido para matar um judeu”.

Luiz Lima responde provocação do ator

O deputado federal utilizou essa publicação: “Netanyahu é o inimigo público número um! Basta de Nazionismo” como provocação em resposta ao tweet anterior de José de Abreu, no qual o ator criticou Benjamin Netanyahu, o primeiro-ministro de Israel, por barrar a entrada de combustível em Gaza.

A situação se agravou, uma vez que a falta de combustível e os danos causados por ataques resultaram no fechamento de pelo menos 12 dos 35 hospitais de Gaza, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Desde o início do conflito, a entrada de combustível na região não foi autorizada, e representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) alertaram que a ajuda humanitária não poderá ser prestada na região sem combustível.

A reação irritada de José de Abreu ganhou apoio, e muitos internautas passaram a criticar o deputado federal.

Comentários e repercussão na internet

Os seguidores do ator apontaram o erro na fala de Luiz Lima: “A pessoa poderia, pelo menos, reler o que escreveu para ver o erro de origem de sua fala. Deve ser professor de pular corda, porque não entende nada com nada”.

Outros destacaram a confusão entre sionismo e judaísmo e criticaram o governo de Extrema Direita: “O sujeito é tão burro, mas tão burro, que ele acha que Sionismo é o mesmo que Judaísmo. E ainda pra justificar uma carnificina executava por um governo de Extrema Direita”.

Outro internauta questionou a relação entre judeus antissionistas e antissemitismo: “Sionismo e judaísmo são coisas diferentes. Os covardes sionistas estão cometendo e/ou apoiando o genocídio do povo palestino, enquanto usa o antissemitismo como escudo. Então os judeus antissionistas são antissemitas? Explica isso aí”.

Além disso, alguns críticos observaram a ausência de palavras de lamento pelas mortes de crianças e idosos palestinos em Gaza e fizeram alusão à inclinação bolsonarista: “Nenhuma palavra lamentando a mortes de crianças e idosos palestinos em Gaza. Bolsonarista? Entendo!”.