Jão prepara turnê em estádios do Brasil, diz jornalista

Não é novidade para ninguém que Jão vive o melhor momento na carreira. Com a turnê “Pirata”, do último álbum, o artista é um dos nomes do pop mais procurados no quesito shows e ingressos. Só em São Paulo, o artista esgotou cinco vezes um espaço que cabe em torno de oito mil pessoas.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Se destacando também em outras capitais, o famoso pode estar na fase de preparação para uma turnê em estádios neste segundo semestre do ano, de acordo com o jornalista José Norberto Flesch.

Ainda segundo informações do comunicador, o cantor conta com a intenção de levar a turnê para os estádios Allianz Parque (SP), Mineirão (BH), Jeunesse Arena (RJ) e Ginásio Nilson Nelson (SP). Há a possibilidade de Fortaleza também fazer parte dessa nova leva de shows.

publicidade
Jão
Jão pode fazer shows da turnê PIRATA em estádios do Brasil (Foto: reprodução/Instagram.

Susto

E, por falar em Jão, o cantor na última semana vivenciou um intenso susto ao lado de sua equipe, após retornarem de um show em Jundiaí, interior de São Paulo. Ele contou nas redes sociais que eles foram perseguidos por um carro.

“Queria falar uma coisa estranha e séria com vocês. Na metade do caminho, notamos que havia um outro carro há muito tempo próximo do nosso. Seguindo a gente. Estava bem grudado. No começo, achei que não fosse nada”.

publicidade

“Não sei quem estava lá, qual era a intenção de quem estava ali. De vez em quando a gente via flash de celular de dentro do carro. A gente fingiu que ia encostar o carro para tirar a dúvida e eles pararam na nossa traseira. A gente correu muito e tentamos achar um desvio para chegar em casa. Começou a ficar perigoso, porque subimos meio-fio, atravessamos sinal… Isso durou uns 30 minutos. Eles achavam a gente o tempo inteiro. Estava com medo de sofrer um acidente”, relatou Jão.

Ao encerrar o desabafo, o dono do hit “Coringa” apontou que se foi uma atitude provada por fãs, ele demonstra totalmente o seu repúdio contra isso.

“Eu nem deveria estar pedindo isso, porque é uma coisa óbvia. Não façam isso, por favor. Foi perigoso para mim, para a minha equipe, para meus amigos. Para vocês do outro carro. Fora que chegamos muito tempo do que a gente deveria ter chegado em casa. Depois de uma semana inteira de trabalho. Não façam isso.”

publicidade

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Rafael Carvalho

Redator e repórter de entretenimento

Veja mais ›
Fechar