Influencer russa morre após queda de 24 metros de altura em ‘festa do sexo’

A influencer russa Evgeniia Smirnova, de 37 anos, morreu após uma queda de 24 metros, do oitavo andar de um prédio em Phuket, na Tailândia, durante uma “festa do sexo“. Três pessoas foram detidas, acusadas de um possível envolvimento na morte da celebridade virtual, por imprudência. Evgeniia morreu no dia 31 de maio.

publicidade
Influencer russa morre após queda de 24 metros de altura em 'festa do sexo' (Fotos: Reprodução)
Influencer russa morre após queda de 24 metros de altura em ‘festa do sexo’ (Fotos: Reprodução)

Segundo o jornal New York Post, os três envolvidos, suspeitos pela polícia tailandesa, são o estadunidense Jamaal Smith (38 anos), o jordaniano Ahmad Alatoom (28 anos) e a russa Natalia Kosenkova (35 anos). Cada um pode passar até 10 anos preso, caso sejam condenados.

publicidade

Segundo as autoridades locais, Evgeniia estava embriagada quando subiu na sacada da varanda do imóvel no qual acontecia a festa. Ela teria escorregado e caído. Altos índices de álcool foram encontrados na corrente sanguínea da influencer, após serem feitos alguns exames.

Ainda assim, estão sendo investigadas possíveis lesões que apresentem indícios de briga ou outras ações que tenham resultado em sua queda. Ao cair, Smirnova usava apenas suas roupas íntimas e tinha cabelos de outra pessoa presos em suas mãos. A polícia também encontrou vestígios de uso de drogas no local no da festa.

publicidade

Testemunhas disseram à polícia que o evento era uma “festa de sexo, drogas e álcool“. Natalia Kosenkova, uma das investigadas, disse à imprensa internacional que a morte da influencer russa foi um “acidente infeliz”: “A única coisa que posso dizer é que isso foi um acidente infeliz, não foi um assassinato, nenhuma das pessoas envolvidas deve ser punida”.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Eu não a conhecia até aquele dia. Não a conhecia, ela foi à festa na qual estávamos. Ela ligou para o amigo dela [Alatoom], que também foi e demonstrou comportamentos inapropriados. Tudo o que posso dizer é que eu e o meu amigo [Smith], que conheço há muito tempo, nos comportamos com dignidade e decência. A polícia está acreditando na gente. Eles dizem não estar preocupados”.

Kosenkova encerrou dizendo: “Sou apenas uma turista… Vivo aqui há cinco meses. Sou uma simples turista. Foi uma festa normal com bebida. E alguém morre por aqui todos os dias”.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Rafael Lima

Jornalimo pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Possui passagem por assessoria de comunicação e produção de críticas musicais desde 2020 em redes sociais. Apaixonado pelo universo e cultura pop, pesquisa e produz conteúdo para o nicho desde 2019.

Veja mais ›
Fechar