Gabriel O Pensador levanta polêmica ao gravar clipe em cemitério

Gabriel O Pensador, está com clipe novo. O clipe da música ‘Patriotra Comunista’ foi lançado recentemente, mas já gerou polêmica devido o local onde ele foi gravado: em um cemitério.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Os moradores da cidade onde o clipe foi gravador, consideram as filmagens feitas no Cemitério Parque dos Butiris um ‘”total desrespeito” com os familiares dos falecidos que estão enterrados lá.

Gabriel O Pensador
Gabriel O Pensador levanta polêmica ao gravar clipe em cemitério (Imagem: Reprodução / Instagram)
publicidade

Juliana Lessa, moradora da cidade, publicou sua indignação com o clipe em seu perfil oficial no Instagram: “Quando escolhemos o cemitério para sepultar e cremar nossos entes, não imaginávamos tamanho desrespeito que teriam com as famílias que perderam seus entes e que estão sepultados no estabelecimento que se intitula como ‘cemitério'”, escreveu ela, ao compartilhar a foto de um ofício enviado por um vereador da cidade à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos.

Confira a publicação:

publicidade

O artista se defendeu e afirma ter ouvido falar de uma “rixa” entre Juliana e os donos do cemitério, que apesar de público, é administrado por uma empresa privada.

“Perdi minha avó para a covid e a música, entre outros assuntos, fala justamente sobre a importância do respeito à vida e o absurdo da banalização da morte. Quem assistir o clipe, vai se emocionar. Gravei cenas de “Tô feliz (matei o presidente) 2″ também em um cemitério e nem por isso veio gente hipócrita querendo views em cima disso. Um dos câmeras perdeu seu avô durante a filmagem e ele foi velado lá. Estávamos trabalhando com seriedade e amor”, disse Gabriel O Pensador. 

Em nota, Gabriel ainda dise: “O clipe está lindo, quem tiver algum parente sepultado lá vai se emocionar e gostar do resultado. Perdi minha avó para a Covid. A música, entre outros assuntos, fala justamente sobre a importância do respeito à vida e o absurdo da banalização da morte de maneira geral, não apenas por Covid-19”.

publicidade

Sobre a acusação de que teria uma possível “rixa” com os donos do Cemitério, Juliana nega: “Não tenho problema nenhum, tanto que meus pais foram enterrados lá”, afirmou ela.

Na publicação feita por ela, houve opiniões distintas. “Temos que entender que alguns lugares são sagrados, este é meu ponto de vista, e devemos respeitá-los! Uma lástima um cemitério em tempos de pandemia servir de locação para um clipe”, comentou uma seguidora.

publicidade

Outros defenderam a gravação do clipe: “Nossa, vi com outro olhar… Não acho desrespeito de forma alguma. Desrespeito é a forma que a população é tratada pelos políticos desse país. Foi uma locação de um trabalho sério… Não é porque é arte, música que deixa de ser sério… Enfim, com todo respeito a sua opinião, eu penso bem diferente”, escreveu uma morador.

Sobre o Clipe

O clipe da música ‘Patriota Comunista’ foi lançado no dia 21 de julho e mostra, segundo o cantor, as pessoas que morreram no último ano no Brasil.

O vídeo tem como objetivo criticar a realidade política do Brasil e o descaço do atual governo com a pandemia da Covid-19.

publicidade

Em uma das cenas gravadas, o cantor é sufocado dentro de um caixão por mãos que seguram a bandeira do Brasil. A gravação no cemitério de Uberlândia aconteceu no dia 5 de julho.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Confira o clipe de ‘Patriota Comunista’:

Layne Bispo é formada em Administração pelo Centro Universitário UNIFG. Atua com produção de conteúdo para web há 5 anos e possui experiência nos nichos de entretenimento, educação, finanças e automobilismo. Atualmente dedica-se a redação do portal Mix Me, produzindo news sobre o mundo da música e cultura pop de um modo geral.

Veja mais ›
Fechar