Emicida, Tássia Reis e Drik Barbosa são atrações do Festival Palco Ultra

Com mais um ano de pandemia, o festival mineiro Palco Ultra vai realizar sua edição de 2021 de forma online. Focado na cena do rap nacional, o evento está marcado para acontecer nos dias 30 e 31 de julho, a partir das 20 horas, em seu canal do Youtube.

publicidade
Palco Ultra Rapper Emicida (Divulgação)
Rapper Emicida (Divulgação)

Organizado por Guia Barral, o festival traz em seu line up nomes como Emicida, Rico Dalasam, Larissa Luz, Drik Barbosa, Tássia Reis, Clara Lima, Fenda, Roger Deff e Kdu Dos Anjos.

publicidade

“Buscamos artistas de várias tendências do hip hop. Uns mais próximos da MPB, outros do pop, outros do R&B”, contou Barral em entrevista para a revista RG, ao falar sobre diversidade composta pelos artistas do evento.

A abertura do festival vai ficar por conta da baiana Larissa Luz, que acaba de lançar o single Cante Pra Chamar. Em seu show, a artista, que tem despontado entre os nomes do afro pop, vai apresentar os maiores sucessos dos seus últimos álbuns, Território Conquistado e Trovão.

Leia também: Falamansa lança clipe da música ‘Não Desista Agora’ contra COVID-19

publicidade

Já o encerramento será com Emicida, que lançou neste mês a edição ao vivo do álbum AmarElo, gravado em 2019 no Teatro Municipal de São Paulo. Vale destacar que o projeto também ganhou um DVD, que foi lançado em parceria com a Netflix.

Confira a ordem de apresentação do festival Palco Ultra:

  • Line-up do dia 30: Larissa Luz, Kdu dos Anjos, Rico Dalasam e Drik Barbosa;
  • Line-up do dia 31: Fenda, Clara Lima, Roger Deff, Tássia Reis e Emicida.

Amarelo na Netflix

E por falar em show do Emicida, o rapper lançou recentemente ‘AmarElo’ na Netflix. O rapper deu uma entrevista recentemente para Zeca Camargo e contou algumas curiosidades sobre o projeto.

publicidade

O artista confessou que editou o show e priorizou performances que combinavam com o especial, deixando algumas canções guardadinhas.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Ainda tem uma sobrinha, uma coisa o outra. Tem algumas canções que a gente cantou e cortou. Algumas a gente tinha performado no DVD anterior e a gente priorizou o repertório de ‘AmarElo’ e mais uma ou outra música que casavam com o espetáculo”.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade

Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.

Veja mais ›
Fechar