Em podcast, Negra Li fala sobre redescoberta do corpo depois dos 40

Depois de terminar um relacionamento de mais de 14 anos, a cantora Negra Li afirmou que ter redescobrindo o prazer sexual. Aos 41 anos, ela afirmou que tem explorado cada vez mais a masturbação e os brinquedos eróticos.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
Negra Li (Reprodução)
Negra Li (Reprodução)

Durante entrevista para o podcast Prazer, Renata, a rapper abriu a sua intimidade e falou sobre os dilemas e prazeres das mulheres solteiras. Negra Li está solteira desde setembro de 2020, quando terminou seu casamento.

publicidade

“Depois dos 40 que eu comecei a me tocar, que eu comecei a a saber o que era realmente uma masturbação e foi aí que eu comecei a comprar os meus brinquedinhos. Hoje eu adoro, faço campanha para todas amigas”, disse Negra.

A artista afirmou que é necessário que as pessoas quebra o tabu sobre a sexualidade e o uso dos brinquedos eróticos: “Se eu tivesse visto em algum lugar com mais frequência, eu já teria feito o uso, já teria sido mais feliz há mais tempo”.

Leia também: Billboard põe ‘Girl From Rio’ de Anitta em lista de melhores do ano!

publicidade

Ainda durante o programa a cantora refletiu sobre sua vida afetiva. Depois de um casamento de mais de 14 anos, ela disse que não se sente preparada para se relacionar com outras pessoas.

“Quando você está carente, acaba transparecendo isso. Você acaba atraindo cara nada a ver, você não está bem ainda. Faz 14 anos com uma pessoa e vai fazer dois anos que eu me separei. Então, coloquei na minha cabeça: ‘Eu ainda não estou bem para ter alguém, porque eu preciso primeiro estar muito bem comigo mesma para depois encontrar alguém. Foi aí que eu comecei a conhecer o meu corpo”, contou.

Novo ciclo

Recentemente Negra Li lançou o clipe da música Comando e destacou que a canção chega em um momento especial de sua vida. Em entrevista ao Popline, ela disse que tem passado por uma mudança intensa desde 2019.

publicidade

“Aí…muitas coisas são especiais. Essa música é especial, ela veio num momento muito de autoconhecimento, depois dos meus 40 anos, depois de uma separação, depois de eu assinar contrato com a mynd pra um novo empresariamento. De 2019 para 2020, eu fechei um ciclo. Em 2020, comecei uma outra mulher, um outro pensamento. Essa música é sobre isso, por isso escolhi ela como a primeira, sabe?”, disse.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.

Veja mais ›
Fechar