Dublador de ‘Pokémon’ morre aos 35 anos com câncer de cólon

O E! News informou nesta segunda-feira (13), que Billy Kametz, dublador norte-americano que fez a voz do personagem Ren em “Pokémon“, morreu aos 35 anos após uma batalha contra o câncer de cólon.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
Billy Kametz, dublador de 'Pokémon', morre aos 35 anos com câncer de cólon (Foto: Reprodução)
Billy Kametz, dublador de ‘Pokémon’, morre aos 35 anos com câncer de cólon (Foto: Reprodução)

“Billy viveu seu sonho como fã de animação japonesa e videogames que cresceu para atuar em papéis amados que agora permanecerão para sempre como seu legado. Nas convenções, ele era um convidado popular que adorava conhecer seus fãs. Afinal, ele já foi um deles. Mesmo durante o pior de sua doença, ele permaneceu otimista e determinado. O mundo é mais sombrio sem ele e sentirei falta do meu amigo.”, disse Jinnie McManus, agente de Kametz.

publicidade

Kametz anunciou que havia sido diagnosticado com a doença no seu estágio 4, em um vídeo publicado nas suas redes sociais, em abril. Na época, ele havia dito que o câncer tinha se espalhado para o fígado, pulmões e coluna.

Ele ainda detalhou que havia passado por quimioterapia, radioterapia e estava otimista com a sua recuperação por ter “muita positividade ao meu redor e tantas pessoas me dando força”. No vídeo, o dublador se mostrava confiante: “Eu não vou desistir. Eu não vou parar de lutar e vou superar isso”, disse Kametz aos seguidores.

publicidade

Billy Kametz nasceu em Lancaster, Pensilvânia, e “sonhava em se tornar ator desde a infância”. Ele trabalhou integrando a equipe de entretenimento na linha de cruzeiros da Disney. Mais tarde se mudou para a Califórnia para interpretar Aladdin no Musical Spectacular da Disneyland.

Além de dublar Ren em Pokémon, ele interpretou Josuke Higashikata em “JoJo’s Bizarre Adventure“, Naofumi Iwatani em “The Rising of the Shield Hero“, Galo Thymos em “Promare” e Ferdinand nos videogames “Fire Emblem“.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Rafael Lima

Jornalimo pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Possui passagem por assessoria de comunicação e produção de críticas musicais desde 2020 em redes sociais. Apaixonado pelo universo e cultura pop, pesquisa e produz conteúdo para o nicho desde 2019.

Veja mais ›
Fechar