Dia Mundial do Rock: descubra a origem da comemoração

Hoje, 13 de julho, é comemorado “O Dia Mundial do Rock”. A data, no entanto, é comemorada apenas no Brasil e teve origem em 1985 com o Live Aid, megaevento mundial que aconteceu em Londres e na na Filadélfia (EUA), com o objetivo arrecadar fundos para combater a fome na Etiópia.

publicidade
Dia Mundial do Rock
Dia Mundial do Rock: descubra a origem da comemoração da data especial. Foto: reprodução/Live Aid.

O show beneficente foi organizado pelos músicos Bob Geldof e Midge Ure, e transmitido ao vivo para 100 países em um publico estimado em cerca de 2 bilhões de pessoas acompanhando as apresentações pela TV, em uma das maiores transmissões via satéite ao vivo de todos os tempos.

publicidade

Naquele 13 de julho, subiram aos palcos montados no Wembley Stadium e no John F. Kennedy Stadium, alguns dos maiores astros do rock naquela época como Dire Straits, U2, David Bowie, The Who, Elton John, Paul McCartney, Mick Jagger, Madonna, Sade, Led Zeppelin e Bob Dylan.

O evento teve ao todo 16 horas de duração e contou com uma plateia de 82 mil pessoas em Londres, e 99 mil na Filadélfia. Foi nele que ocorreu o histórico show da banda Queen, que foi reencenado no filme ‘Bohemian Rapsody’ (2018).

Quem também se participou foi Phil Collins, e durante uma de suas duas apresentações, nos dois locais, ele sugeriu no palco que aquele dia passasse a ser considerado o Dia Mundial do Rock. A data foi oficializada em 1987.

publicidade

No Brasil, a partir principalmente de campanha das rádios 89 FM e 97 Fm de São Paulo, a data ganhou força e passou a ser celebrada anualmente. No resto do mundo a ideia acabou não vingando.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Nos Estados Unidos, existe uma outra data para comemorar o dia do rock, em 9 de julho, data da estreia do programa de TV American Bandstand, que ajudou a popularizar o gênero. Mas essa data também não é muito popular por lá.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Rafael Lima

Jornalimo pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Possui passagem por assessoria de comunicação e produção de críticas musicais desde 2020 em redes sociais. Apaixonado pelo universo e cultura pop, pesquisa e produz conteúdo para o nicho desde 2019.

Veja mais ›
Fechar