Dave Grohl, do Foo Fighters, não quer suas filhas namorando músicos

O artista Dave Grohl, em entrevista, revelou que não deseja que suas filhas namorem músicos, e que possui um plano para impedir que isso aconteça. Esbanjando carisma e uma paternidade protetora, o músico também discorreu sobre o crescimento das pequenas.

publicidade
Dave Grohl
O artista Dave Grohl afirma ter um plano para impedir que as filhas namorem músicos (Foto: Frederick M. Brown / Getty Images)

É um fato conhecido que os pais querem o melhor para o seus filhos e, nesse quesito, Dave Grohl parece conhecer bem o tipo do qual faz parte, desejando que suas filhas não se relacionem com músicos.

publicidade

A preocupação foi exposta em uma entrevista realizada no The Kelly Clarkson Show, quando questionado acerca de sua filha Violet, de 15 anos, que está começando a entrar numa idade propícia a namorinhos.

 Seja qual for a razão da aversão aos músicos enquanto namorados das filhas, o artista de fato revelou uma estratégia tentadora para afastá-los.

publicidade

“Eu tenho um plano. Se uma de minhas filhas começar a namorar um músico, vou chamá-lo de lado e dizer: ‘Olha, lhe dou um contrato de gravadora se você parar de sair com a minha filha.” , garantiu Grohl.

Além disso, durante a conversa o vocalista também disse que Violet, Harper, de 12 anos, e Ophelia, de 7 anos, são suas inspirações, pois são engraçadas, incríveis, inteligentes e estranhas, não poupando elogios. 

Dave também revelou que, recentemente, teve uma conversa com sua filha mais velha, na qual ela revelou o primeiro carro que queria ter. Como Violet já possui 15 anos, está se aproximando da idade de tirar a habilitação nos EUA.

publicidade

“Ela me enviou uma mensagem dizendo: ‘Acho que sei como quero que meu primeiro carro seja’. Então, ela me enviou uma foto do Snoop Dogg e Dr. Dre com um Impala, de 64, no meio.” , revelou o músico.

Dave Grohl se sentia como “um alien” na infância

E falando em crianças e em Grohl, em outra entrevista o vocalista relatou ter se sentindo muito deslocado quando era pequeno, quase como se não pertencesse. Em seu livro, intitulado “The story teller: tales of life and music”, ele discorre detalhadamente sobre o assunto, e explica que um dos fatores contribuintes foi o fato de ter sido diagnosticado com a coluna torta.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Sempre me senti um pouco como um alien, o que obviamente aprendi a abraçar com o tempo. Quando fui diagnosticado com uma coluna torta aos sete anos de idade, tive que começar a usar um pequeno elevador no sapato esquerdo para corrigir o problema aos poucos.”, explicou.

publicidade

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Milena Cerqueira

Formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), tenho interesse e experiência em jornalismo cultural, comunicação interna e assessoria de imprensa. Na área acadêmica, realizei pesquisa referente ao trabalho de conclusão de curso nas áreas de música e cultura pernambucana.

Veja mais ›
Fechar