Conheça a história por trás da capa de ‘Renaissance’; novo álbum de Beyoncé

‘Renaissance’, mais novo álbum de Beyoncé, lançado na última sexta-feira (29) está dando muito o que falar. Além das suas 16 faixas estarem caindo no gosto do público, outro detalhe do disco que vem chamando a atenção é a capa enigmática. Tudo indica que a imagem faz referência a uma história ocorrida no lendário Studio 54, na década de 1970.

publicidade
Beyoncé
Capa de ‘Renaissance’, sétimo álbum de Beyoncé. Foto: divulgação.

Na imagem, Beyoncé aparece em um fundo preto montada em um cavalo revestido de globo espelhado. Logo que foi divulgada a foto chamou a atenção dos fãs que cataram a referência a um dos momentos mais icônicos do auge da disco-music.

publicidade

O Studio 54 foi a discoteca mais importante daquela época e um dos símbolos máximos da década. Localizada em Manhattan, na cidade de Nova York (EUA), o prédio em que a discoteca foi aberta por Steve Rubell e Ian Schrager,  foi palco das festas mais disputadas do mundo. Os maiores nomes da cultura pop daquele momento marcavam presença por lá.

Andy Warhol, Debbie Harry, John Travolta e até mesmo Pelé foram algumas das personalidades que poderiam ser vistas na badalada pista de dança do local. A entrada, no entanto não era pra qualquer um. Steve, cercado por seguranças, ficava na porta do prédio classificando cada pessoa e autorizando a entrada de apenas de quem considerasse digno.

publicidade
Pessoas esperando para serem escolhidas para entrar no Studio 54. Foto: reprodução.

Artistas como Village PeopleDonna Summer e James Brown fizeram performances ao vivo no Studio 54.Todo o glamuor do local rendeu para a discoteca manchetes não só nos EUA, como na Europa e também no Brasil.

Michael Jackson e Steven Tyler no Studio 54. Foto: reprodução.
publicidade

Foi nesse contexto que em 1979, Bianca Jagger, na época esposa de Mick Jagger, líder dos Rolling Stones, protagonizou uma das cenas mais marcantes na história do Studio 54 e da cultura pop.

Para a sua festa de aniversário de 32 anos, Bianca entrou na discoteca com um vestido vermelho e montada em um cavalo branco. A imagem logo circulou por todo o mundo e ficou até hoje registrada no imaginário coletivo como um símbolo dos momentos finais do auge da disco-music.

Bianca Jagger montada em cavalo branco em seu aniversário no Studio 54. Foto: reprodução.
publicidade

Por isso, A imagem de Beyoncé na capa de ‘Renaissance’ está sendo apontada como referência ao momento histórico; já que o álbum é dedicado a discoteca e a House Music.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

 

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Rafael Lima

Jornalimo pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Possui passagem por assessoria de comunicação e produção de críticas musicais desde 2020 em redes sociais. Apaixonado pelo universo e cultura pop, pesquisa e produz conteúdo para o nicho desde 2019.

Veja mais ›
Fechar