Claudia Leitte é chamada de “genocida” após show em São Paulo

Claudia Leitte gerou a maior polêmica nas redes sociais após realizar um show super lotado neste último final de semana na cidade de São Paulo. A cantora chegou a ser chamada de genocida por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
Claudia Leitte
Claudia Leitte fez show no último sábado (27) no estacionamento no Espaço das Américas e recebeu críticas nas redes sociais pela aglomeração (Foto: Reprodução)

Vista por bolsonaristas como uma das artistas pró-vacina, Claudia Leitte foi chamada de hipócrita por ter feito parte do movimento “fique em casa”. No entanto, apesar das críticas, a festa Blow Out foi realizada seguindo os protocolos de segurança atual, como a necessidade de apresentação de carteira com ciclo vacinal completo.

publicidade

Nas redes sociais, o nome da musa do axé acabou indo parar entre os assuntos mais comentados do momento. Entre os ataques, internautas usaram a tag #ClaudiaLeiteGenocida.

“O que se viu na verdade foi muita hipocrisia! Claudia Leitte faz show em São Paulo e o que se viu foi aglomeração sem uso de máscaras ou distanciamento”, comentou um. “Claudia Leitte, que vergonha! Cadê os defensores da vida que mandou o povo ficar em casa e a economia agente ver depois?”, disse outro.

Apesar das críticas, diversas pessoas também saíram em defesa de Claudinha. Internautas apontaram que eventos super lotados estão acontecendo há semanas por todo o brasil, inclusive de apoiadores do presidente. É o caso de artistas como Gustavo Lima, que participou de um rodeio com mais de 35 mil pessoas. Além de estádios de futebol, que estão realizando partidas com mais de 50% do público.

publicidade

“Festa da Claudia Leitte com exigência de comprovante de vacinação não pode, mas Bolsonaro aglomerar em época que nem vacina tinha pode, né? Hipocrisia da p*rra. Bolsomininos são burros e incoerentes”, twittou um fã.

“60 mil pessoas nesse momento no mineirão, e a Claudia Leitte q é genocida? MELHOREM!!!!!”, reagiu um usuário do Twitter. “A galera acabando com a claudia leitte, por ela ter voltado a fazer show aqui no Brasil. Mesmo com o público “Limitado”. Mas pq ñ cruscificam os cantores que voltaram a fazer shows, mesmo no auge da pandemia?Xand Avião, João Gomes,Nattan,Gustavo Lima… São homens né? Eles podem!”, refletiu outro.

publicidade

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.

Veja mais ›
Fechar