Cazuza: estátua do cantor será reinaugurada no Dia de Combate a Aids

Nesta quarta-feira (01), primeiro dia do último mês do ano, é celebrado o Dia Mundial de Combate a Aids. Tamanha importância da temática, hoje também contou com a reinauguração da estátua de Cazuza.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
Cazuza
Cazuza: estátua do cantor será reinaugurada no Dia de Combate a Aids (Créditos: Midiorama)

A estátua restaurada ficará no Rio de Janeiro, mais especificamente no bairro do Leblon.

publicidade

Mas as homenagens não param por ai. O evento de reinauguração contou com Lucinha Araújo, mãe do cantor e também diretora da ex-ONG Sociedade Viva Cazuza, além do elenco do musical “Cazas Cazuza”, que fez uma homenagem musical ao cantor.

“Um dia muito especial é o  Dia Mundial de Combate a Aids. Vai ser bem lindão na praça Cazuza”, pontuou a atriz Julianne Trevisol, que faz parte do musical “Cazas Cazuza”.

publicidade

Recentemente, a obra feita pela artista plástica Christina Motta, sofreu com furto dos óculos da estátua. A restauração foi feita pela própria mãe do artista.

“Amanhã, Dia Mundial ao Combate à AIDS, esperamos vocês, à partir das 9h da manhã, na Praça Cazuza. O ato simbólico contará também com a presença da Lucinha Araújo e do elenco do musical @cazasdecazuza! Endereço: Rua Dias Ferreira, 12 – Leblon, Rio de Janeiro/RJ. #OPoetaVive #Cazuza #CazasdeCazuza”, convidou a página oficial do artista.

Sempre imersa nas campanha de prevenção e do combate à Aids, doença da morte do seu filho, Lucinha Araújo ficou à frente por muito tempo da ONG Sociedade Viva Cazuza. O projeto, tinha foco no tratamento de recém nascidos portadores da doença.

publicidade

Diante da diminuição dos casos infantis, a ONG fechou as portas no ano passado. Ao todo, foram 30 anos de histórias, quebras de preconceito e auxilio com a doença.

Agenor de Miranda Araújo Neto, mais conhecido como Cazuza, era um cantor, compositor, multiartista carioca. Seu inicio aconteceu na banda Barão Vermelho e logo em seguida seguiu carreira solo. Cazuza será sempre eterno na música brasileira.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Milena Cerqueira

Formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), tenho interesse e experiência em jornalismo cultural, comunicação interna e assessoria de imprensa. Na área acadêmica, realizei pesquisa referente ao trabalho de conclusão de curso nas áreas de música e cultura pernambucana.

Veja mais ›
Fechar