Caetano Veloso se torna “doutor honoris causa” pela Universidade de Salamanca

A Universidade de Salamanca escolheu o cantor Caetano Veloso para se tornar “doutor honoris causa” da Universidade , um título de grande destaque no meio acadêmico.

publicidade
Caetano Veloso
Caetano Veloso se torna “doutor honoris causa” pela Universidade de Salamanca (Reprodução)

De acordo com o jornal local El Norte de Castilla,o título foi escolhido pelo professor universitário Pedro Serra, sendo o primeiro a levantar a possibilidade do título. Pedro afirmou que o brasileiro está entre os melhores artistas dos últimos séculos, assim como John Lennon, Paul McCartney e Bob Dylan.

publicidade

“Doutor honoris causa” celebra grandes personalidades e sua importância social mundial. O brasileiro recebe o título em uma cerimônia presencial no dia 28 de junho, em Salamanca, localizada na Espanha.

O setor acâdemico responsável pelo título foi o Departamento de Filologia Moderna e contou com apoio do Centro de Estudos Brasileiros. Dentro dos argumentos utilizados, o setor pontuou sobre o trabalho literário de Caetano, com livro “Verdade Tropical”, lançado em 1997.

publicidade

 

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Confira o comunicado oficial da Universidade de Salamanca:

“A candidatura do brasileiro Caetano Veloso foi apresentada pela Faculdade de Filologia e pelo Departamento de Filologia Moderna, com apoio do Centro de Estudos Brasileiros, e defendida pelo professor Pedro Serra. Cantor, compositor, arranjador, produtor musical e, não menos em sua longa trajetória artística e intelectual, também escritor, o brasileiro Caetano Veloso é considerado um dos melhores músicos mundiais dos séculos XX e XXI, integrando uma constelação muito seleta na qual têm lugar seguro figuras de estatura universal como Bob Dylan, John Lennon, Paul McCartney ou Patti Smith ou, especificamente do campo da música brasileira, Tom Jobin, Gilberto Gil, Milton Nascimento ou Djavan. Até à data, ele coletou mais de 50 álbuns que ainda estão disponíveis no mercado e no campo da música do mundo, um trabalho enorme e deslumbrante que ainda está vivo após 50 anos de carreira”, diz comunicado divulgado pela Universidade.

O que você achou? Siga @mixmebrasil no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Milena Cerqueira

Formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), tenho interesse e experiência em jornalismo cultural, comunicação interna e assessoria de imprensa. Na área acadêmica, realizei pesquisa referente ao trabalho de conclusão de curso nas áreas de música e cultura pernambucana.

Veja mais ›
Fechar